Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Qual crime cometi?', diz ginasta vítima de racismo que segue sem clube

O atleta, hoje com 24 anos, foi demitido do Pinheiros no final de 2019 e, desde então, está desempregado

'Qual crime cometi?', diz ginasta vítima de racismo que segue sem clube
Notícias ao Minuto Brasil

06:45 - 02/06/21 por Folhapress

Esporte ÂNGELO-ASSUMPÇÃO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O ginasta Ângelo Assumpção, visto como uma promessa da ginástica brasileira em 2015, desabafou em seu Twitter nesta terça-feira (1º) diante do fato de não encontrar clubes para treinar.

O atleta, hoje com 24 anos, foi demitido do Pinheiros no final de 2019 e, desde então, está desempregado. Ele diz querer entender o motivo de não conseguir atuar.

"Eu juro que queria entender por que até hoje, não consegui achar um clube para treinar. Qual foi o crime que cometi para ser banido da ginástica?", iniciou ele. "Cadê as pessoas que disseram que iriam ajudar do meio esportivo, quando ficaram sabendo do ocorrido? Um ano e meio e o racismo...", completou o atleta.

O racismo citado por Ângelo aconteceu em 2015. Dias depois de um título na etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica, o jovem foi alvo de injúrias de três companheiros de equipe: Arthur Nory, Fellipe Arakawa e Henrique Flores.

Um vídeo vazado mostrou parte das ofensas: "Seu celular quebrou: a tela quando funciona é branca Quando ele estraga é de que cor?", perguntou Nory ao lado de Ângelo. "Preto!", responderam os outros. "O saquinho do supermercado é branco. E o do lixo? É preto!", disseram os atletas na ocasião.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório