Meteorologia

  • 11 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Pelo menos um morto em sismo no sul do México

Uma unidade hospitalar dedicada ao tratamento de doentes infectados com o novo coronavírus, sofreu danos "estruturais".

Pelo menos um morto em sismo no sul do México
Notícias ao Minuto Brasil

16:15 - 23/06/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Sismo

Pelo menos uma pessoa morreu na sequência do sismo de magnitude de 7,5 na escala Richter que hoje foi sentido com forte intensidade nas zonas centro e sul do México, informaram fontes locais. A vítima mortal foi registrada no município de Crucecita, no Estado de Oaxaca (sul do México), onde foi localizado o epicentro do terremoto.

Em declarações à comunicação social, o governador do estado de Oaxaca, Alejandro Murat, precisou que a vítima morreu na sequência do desmoronamento de um prédio, que também fez um ferido.

O representante informou ainda que um hospital localizado naquela zona, uma unidade hospitalar dedicada ao tratamento de doentes infectados com o novo coronavírus, sofreu danos "estruturais", o que obrigou à evacuação do edifício.

Na sequência do forte sismo, que foi sentido em várias partes do México, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico (com sede no Havai, Estados Unidos) emitiu um alerta de tsunami para a América Central, abrangendo o sul do território mexicano e as costas da Guatemala, El Salvador e Honduras.

Entretanto, o Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, apelou à população para que seja "cautelosa" perante a possibilidade de eventuais réplicas.

"Vamos continuar a pedir que ajam com cautela perante as réplicas (...) sem ficarmos ansiosos ou desesperados", afirmou o chefe de Estado mexicano, numa mensagem de vídeo divulgada a partir do Palácio Nacional.

No vídeo, segundo as agências internacionais, também é possível ver o líder mexicano falando ao telefone com o coordenador nacional da Proteção Civil, David Leon, comemorando o fato de não existirem danos. "Nenhum dano, até ao momento", disse o Presidente, depois de receber informações sobre vários estados mexicanos.

A mensagem foi divulgada antes da confirmação de pelo menos uma vítima mortal pelo governador do Estado de Oaxaca.

Inicialmente, o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) atribuiu ao forte abalo uma magnitude de 7,7 na escala Richter, tendo atualizado posteriormente para uma magnitude de 7,4.

Através da rede social Twitter, o Serviço Nacional de Sismologia (SMN) informou, por sua vez, ter registrado um sismo de magnitude 7,1 na escala Richter a 12 quilômetros a sudeste do município de Crucecita, no Estado de Oaxaca, e que o tremor de terra foi sentido em várias partes do México, o que levou ao acionamento de um alerta sísmico na capital mexicana.

Esta entidade também reviu a magnitude do sismo para 7,5 na escala Richter.

A Proteção Civil informou, entretanto, que já foi registrada pelo menos uma réplica, com uma magnitude de 3,5 na escala de Richter.

O território mexicano está situado sobre cinco placas tectônicas.

Em 2017, 471 pessoas morreram no México na sequência de três sismos (com magnitudes que oscilaram entre os 6,1 e os 8,2) que foram registrados num período de poucos dias, em 07, 19 e 23 de setembro.

Tratou-se do maior desastre natural no país desde o sismo de 1985, que fez milhares de mortos na Cidade do México, capital do país.

Campo obrigatório