Algoritmo do Google pode decidir em quem você vota

Pesquisadores analisaram os chamados efeitos de manipulação dos mecanismos de busca

© DR
Tech Pesquisa 16:54 - 19/04/16 POR Notícias Ao Minuto

A forma como o algoritmo do Google seleciona os links mais relevantes numa pesquisa podem influenciar a decisão de voto de pessoas, de acordo com um experimento conduzido pelos cientistas Robert Epstein e Ronald Robertson. Eles analisaram o chamado "efeito de manipulação dos mecanismos de busca" em cinco eleições.

PUB

Eles pediram que voluntários pesquisassem sobre candidatos numa plataforma criada por eles. Um dos grupos via notícias positivas sobre o candidato, enquanto os outros viam conteúdo favorável relacionado a um opositor. Para efeitos de controle, um terceiro grupo via resultados aleatórios.

Em seguida, todos tinha de votar. Os participantes tinham chance 48% maior de optar pelo candidato que tinha sido apresentado de forma positiva pela plataforma. Quando havia ao menos uma notícia negativa entre os quatro primeiros resultados, o efeito manipulativo era ainda mais intenso, pois as pessoas acreditavam estar diante de um resultado isento.

Os pesquisadores transferiram a experiência para fora do laboratório em 2014, com eleitores indecisos da Índia. O índice de manipulação ficou em cerca de 25%, sendo que 99,5% dos participantes não identificaram que os resultados da busca haviam sido modificados.

Como é de se imaginar, o efeito manipulativo das pesquisas é mais forte em quem não tem muitas convicções políticas. Além disso, muitos fatores influenciam a ordem como os sites são mostrados na ferramenta de busca, entre eles, número de cliques da página, confiabilidade do site, entre outros. Vale lembrar, também, que os resultados de pesquisa são personalizados de acordo com histórico e outros dados coletados a partir da navegação. Portanto, dá para ir com calma nas teorias da conspiração!

Com informações da revista Superinteressante.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X