Meteorologia

  • 03 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Máquinas desenvolvem seus próprios métodos de criptografia

Método adotado pelas redes neurais do sistema para esconder o conteúdo não foi identificado nem pelos próprios pesquisadores

Máquinas desenvolvem seus próprios métodos de criptografia
Notícias ao Minuto Brasil

18:10 - 28/10/16 por Notícias Ao Minuto

Tech Google

Dois pesquisadores do Google Brain, Martín Abadi e David G. Andersen, trabalharam em um sistema que permitiu que as máquinas desenvolvessem seus próprios métodos de criptografia, segundo o Olhar Digital.

Abadi e Andersen criaram três redes neurais que denominaram Alice, Bob e Eve. O esquema funcionou da seguinte forma: Alice tinha de mandar uma mensagem que só Bob poderia ler, enquanto Eve tentaria decifrar o conteúdo.

Depois de 15 mil tentativas Alice conseguiu pensar num método de criptografia próprio. A mensagem tinha 16 bits, sendo cada bit um 1 ou um 0, então a única chance de Eve era adivinhação. Isso significa que ela não tinha como quebrar a segurança estabelecida entre as outras duas máquinas.

O método adotado pelas redes neurais para esconder o conteúdo não foi identificado nem pelos próprios pesquisadores, o que significa que, mesmo sendo bastante seguro, o sistema ainda não poderá ser usado.

Leia também: NASA revela imagens do impacto deixado pela sonda europeia

Campo obrigatório