Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Marquise de prédio desaba em SP e mata estudante

Thiago Nery era aluno do Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros (zona oeste)

Marquise de prédio desaba em SP e mata estudante
Notícias ao Minuto Brasil

11:00 - 14/11/19 por Folhapress

Brasil Tragédia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um jovem morreu e outro ficou ferido após o desabamento da marquise do edifício Vila América, na rua Bela Cintra, 1.786 (esquina com a alameda Tietê), na região dos Jardins, em São Paulo.

Ele foi identificado como Thiago Nery, de 18 anos. Era aluno do terceiro ano do Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros (zona oeste).

O acidente atingiu também outro aluno da escola, identificado como João Tess Portugal. Ele faz 18 anos nesta quarta-feira (13) e comemorava o aniversário com amigos no prédio, onde mora, quando o acidente ocorreu.

A informação inicial dos bombeiros era que João teve traumatismo no tórax. Segundo o Hospital Sírio-Libanês, para onde foi levado, ele sofreu uma fratura no tornozelo esquerdo e escoriações, passa por exames e não corre risco de morte.

Moradores do prédio relatam ter sentido um tremor no momento em que a marquise desabou.

A garçonete Germana Silva, 20, que trabalha em frente ao prédio, diz ter testemunhado o momento da queda. Segundo ela, as duas vítimas estavam conversando na porta do edifício quando a marquise caiu. "Do nada despencou. Não deu tempo de eles correrem", conta.

Germana relatou ainda que os bombeiros chegaram em poucos minutos para prestar socorro. Seis viaturas foram encaminhadas ao local, segundo a corporação.

O coordenador da Defesa Civil Marcos Santana afirma que a marquise tinha em torno de 15 metros de comprimento e "provavelmente estava comprometida por algum tipo de infiltração", o que só será comprovado após avaliação. Já a estrutura do prédio, disse, não foi comprometida.

O zelador do prédio afirmou à reportagem que a marquise havia sido reformada havia cerca de dois anos.

O trânsito no trecho da rua Bela Cintra entre as alamedas Franca e Tietê foi bloqueado por volta das 19h, quando ocorreu o acidente, e liberado por volta das 22h.

Centenas de alunos, professores e pais de alunos do Colégio Santa Cruz se reuniram na instituição à noite para apoiar uns aos outros e fazer uma oração para Thiago.

Silêncio, choro, abraços. O clima era de consternação. Thi Nery, como era conhecido pelos amigos, tinha paixão por mangá, RPG e jogos. 

A área de exatas era o seu forte -queria estudar engenharia química na faculdade. A mãe, professora de química da escola há seis anos, foi uma inspiração. "Era um cara alegre. Nunca, literalmente nunca, estava mal", diz um amigo.

Ele costumava conversar com amigos embaixo da marquise que caiu, segundo Ana Gimenez, mãe de um rapaz que estudou com Thiago. "Fico pensando que poderia ter sido meu filho também. Por acaso, não estava junto", diz.

"É um momento de profunda tristeza para toda a comunidade", diz o diretor da escola, Fábio Aidar.As atividades do ensino médio ficarão suspensas nesta quinta (14).

Campo obrigatório