Meteorologia

  • 30 JUNHO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Vídeo mostra PM dando tapa no rosto de mulher em Porto Seguro, na Bahia

A PM da Bahia alega desacato, mas diz que as imagens serão investigadas

Vídeo mostra PM dando tapa no rosto de mulher em Porto Seguro, na Bahia
Notícias ao Minuto Brasil

06:15 - 24/01/22 por Folhapress

Justiça VIOLÊNCIA-BA

(UOL/FOLHAPRESS) - Um policial militar da Bahia foi filmado dando um tapa no rosto de uma mulher durante uma ocorrência no bairro da Vila Valdete, na noite do sábado (22), em Porto Seguro.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o PM agredindo a mulher, que não teve a identificação divulgada. A PM da Bahia alega desacato, mas diz que as imagens serão investigadas.

No vídeo, a mulher e o policial estão discutindo quando o PM estende a mão e aponta o dedo para o rosto da mulher, que abaixa a mão do policial. Neste momento, o agente revida com um tapa na cara dela.

A PM diz que o fato se deu por volta das 21h40, quando a corporação foi acionada para atender uma solicitação de perturbação de sossego público "por parte de vizinhas que se encontravam com som alto em sua própria residência".

"No local, foi informado que a guarnição teria sido desacatada com impropérios por duas mulheres, que buscavam entrar em vias de fato com o policiamento solicitado", alega a polícia militar.

Duas viaturas foram enviadas ao local para apoiar os policiais em meio à multidão que se formou com a confusão. Segundo a PM, uma das mulheres acusadas de desacato foi levada para a delegacia. A outra mulher, diz a PM, trancou-se em casa, "o que impossibilitou sua apresentação".

Sobre as imagens em que o PM agride a mulher, a PM diz que investigará o caso e ouvirá os envolvidos.

"Nenhum tipo de juízo imediato será emitido sem que os personagens arrolados sejam ouvidos e todas circunstâncias sejam esclarecidas", afirmou a corporação em nota.

"Em caso de, após a devida apuração, restar comprovada a transgressão ou crime por parte de Policiais Militares, aqueles que cometeram a ação serão punidos, conforme as sanções previstas no nosso ordenamento jurídico", concluiu a PM.

Campo obrigatório