Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

'Me senti refém no meu próprio condomínio', diz moradora do Solaris

Ocupação do triplex foi uma forma de manifesto do MTST contra a prisão de Lula

'Me senti refém no meu próprio condomínio', diz moradora do Solaris
Notícias ao Minuto Brasil

14:36 - 16/04/18 por Estadao Conteudo

Brasil triplex em Guarujá

A ocupação do triplex do edifício Solaris, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato, trouxe tensão e medo aos moradores do condomínio na manhã desta segunda-feira, 16. É o que afirma a moradora Renata Simões, que vive em um dos apartamentos no local.

Renata conta que por volta das 8h30, cerca de 40 manifestantes invadiram o prédio, que fica localizado no Guarujá (SP), quebrando um dos portões na hora que saía para trabalhar. Ela afirma que viu repórteres e manifestantes adentrando o prédio arrombando o portão da garagem e pulando as grades de proteção do edifício.

+ Manifestantes desocupam triplex atribuído a Lula após pedido da PM

"Tirei foto de todos eles e estou indo para a delegacia denunciar. Estou com medo dentro da minha própria casa. Eles não estão no apartamento do Lula, eles invadiram um condomínio que é de várias pessoas. Têm de sair daqui algemados", declarou Renata enquanto deixava o prédio acompanhada por policiais com destino à delegacia.

A ocupação do triplex foi uma forma de manifesto do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Movimento o Povo Sem Medo e do PSOL. De acordo com um dos coordenadores do MTST Josué Rocha, a ação foi pacífica e planejada, mas ele não comentou como foi feita a entrada dos manifestantes no condomínio. Com informações do Estadão Conteúdo.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório