Meteorologia

  • 19 JULHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Milão recebe festival de cinema brasileiro em julho

"Agenda Brasil" ocorrerá entre os dias 17 e 29 deste mês

Milão recebe festival de cinema brasileiro em julho
Notícias ao Minuto Brasil

20:49 - 11/07/18 por ANSA

Cultura Sétima arte

A cidade de Milão, no norte da Itália, receberá entre os dias 17 e 29 de julho o "Agenda Brasil", principal festival de cinema brasileiro no país europeu.

O evento acontecerá no Spazio Oberdan e exibirá 16 filmes entre 17 e 22 de julho, dos quais 14 estarão em competição, divididos em duas categorias. Os melhores serão escolhidos por uma comissão de especialistas e pelo público.

"O fio condutor desta edição é a busca de identidade que permeia quase todas as produções. Identidade de uma pessoa, de uma cultura que mistura muitas culturas, de um país complexo e cativante como o nosso", revelou Regina Nadaes Marques, presidente da Associazione Vagaluna, organizadora do festival, que tem apoio da Ancine, do Consulado do Brasil em Milão, da Embaixada do país em Roma e do Pavilhão de Arte Contemporânea de Milão (PAC).

Entre os filmes em cartaz estão "Como Nossos Pais", de Laís Bodanzky, que não participa da disputa. O longa conta a história de uma mulher que tenta ser perfeita em todos os papéis (do profissional ao pessoal), até que recebe de sua mãe uma notícia que abalará sua vida.

Outras produções têm a música como tema, incluindo o documentário "Karingana - Licença Para Contar", dirigido por Monica Monteiro, com a participação da cantora Maria Bethânia, e que aborda o desenvolvimento da literatura de língua portuguesa no Brasil e na África. Por sua vez, "Legalize Já", de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, narra o nascimento e a ascensão da banda Planet Hemp. Entre as comédias, a lista inclui "Todo Clichê do Amor", de Rafael Primot, com Maria Luísa Mendonça, Débora Falabella e Marjorie Estiano, e "Antes Que Eu Me Esqueça", de Thiago Arakilian.

Para os amantes do suspense, a pedida é "Berenice Procura", de Allan Fiterman, no qual uma taxista investiga a morte de um transexual na praia de Copacabana. Protagonistas femininas também estrelam outros três concorrentes: "Praça Paris", "Açúcar" e "Pela Janela".

+ Silvia Strass leva a exposição 'Descoberta' para Lisboa

Já o esporte marca presença com "A Luta Do Século", de Sérgio Machado, que relata a história dos pugilistas Reginaldo Holyfield e Luciano Todo Duro - dois dos maiores ídolos deste esporte no nordeste do Brasil e rivais por mais de duas décadas.

Abordando um tema que encontra semelhanças com a realidade de algumas pequenas localidades da Itália, outro competidor é "Cidades Fantasmas", de Tyrell Spencer, que percorre o deserto chileno, a Amazônia brasileira, os Andes colombianos e os Pampas argentinos para falar de localidades reais abandonadas, utilizando a memória daqueles que ali viveram e não querem esquecer.

Em parceria com o FESTin de Lisboa, haverá ainda uma seleção de curtas de Brasil, Portugal e São Tomé e Príncipe.

Segunda parte

De 23 a 29 de julho, seguem as ações organizadas com o PAC, em paralelo à exposição "Brasile. Il coltello nella carne" (Brasil. Navalha na carne), que o museu recebe de 3 de julho a 9 de setembro.

Entre elas, visitas guiadas especiais, workshop de capoeira e leitura de contos da tradição oral. Haverá desconto para quem apresentar o ingresso do Agenda Brasil ao PAC e vice-versa.

Durante o período do festival, em outros endereços haverá uma série de eventos, como um show em homenagem a Elis Regina, aulas de samba no pé e uma caminhada "performática" e sonora em um parque. A programação completa pode ser conferida no site. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório