Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Deputado do Acre posta nota de repúdio contra animação 'Super Drags'

A animação tem classificação indicativa de 16 anos

Deputado do Acre posta nota de repúdio contra animação 'Super Drags'
Notícias ao Minuto Brasil

15:50 - 03/11/18 por Folhapress

Cultura Netflix

O deputado federal Alan Rick (DEM-ACRE) postou no sábado (3), no Facebook, uma nota de repúdio à série animada brasileira "Super Drags", da Netflix, que é dublada por Pabllo -que também assina a trilha sonora da animação.

Com o título "repúdio a desenho animado de conotação sexual", sobre a série com estreia prevista para sexta-feira (9), o texto do parlamentar do Acre diz: "Estamos presenciando mais um ataque às nossas crianças: o lançamento de um desenho animado adulto chamado 'Super Drags', da Netflix. O desenho, que nos parece uma paródia de 'As Meninas Superpoderosas', este, sim, um desenho infantil, retrata a vida de homens que se vestem de mulher para 'salvar o mundo' (...) A lei brasileira determina que é tarefa da família a formação moral de crianças e adolescentes (...). Essa formação tem reflexos imediatos no comportamento de crianças e adolescentes. (...) O que estamos vivenciando e confrontando no Congresso são tentativas sórdidas de influenciar sexualmente nossas crianças."

+Documentário sobre Anitta estreia este mês na Netflix

A animação tem classificação indicativa de 16 anos. No primeiro dos cinco episódios, Lady Elza trama um atentado ao público do show da cantora Goldiva, dublada por Pabllo Vittar, que também assina a música de abertura, cujo videoclipe será lançado em breve.

O roteiro da atração teve consultoria da drag queen Suzy Brasil e seus autores se inspiraram na pioneira Silvetty Montilla, uma das vozes do desenho.

Na sexta-feira (2), a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família se manifestou contra a série. O deputado federal Diego Garcia (Podemos), que tem base eleitoral no Paraná e preside a frente na Câmara dos Deputados, assinou nota com Alan Rick.

No documento, os deputados pedem o aumento da classificação indicativa da animação. Alegam estar "claro" que a série apresenta "situacoes sexuais complexas/de forte impacto: sexo com incesto, sexo grupal, fetiches violentos e pornografia em geral". Com informações da FOlhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório