Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após queda do dólar, BC 'retira' moeda do mercado futuro

Banco Central vai tirar de circulação US$ 3,5 bilhões a partir de 1º de novembro

Após queda do dólar, BC 'retira' 
moeda do mercado futuro
Notícias ao Minuto Brasil

19:24 - 24/10/16 por Folhapress

Economia Mercado financeiro

Por causa da entrada de recursos da repatriação de recursos ilegais no exterior, cuja data limite é 31 de outubro, o Banco Central informou nesta segunda-feira (24) que irá retirar do mercado US$ 3,5 bilhões (o equivalente a R$ 11 bilhões) a partir de 1º de novembro.

O montante se refere aos contratos de swap cambial que vencem nessa data e que não serão renovados. Essa operação tem efeito semelhante à venda de dólares no mercado futuro. Ao não renovar os contratos, o BC retira de cena um dos elementos que têm pressionado o dólar para baixo, o que deve amenizar o impacto da elevação da oferta da moeda americana gerada pela repatriação.

O valor do vencimento de swap equivale a mais de 10% do estoque desses papéis, que está hoje pouco abaixo de US$ 30 bilhões. O BC já vinha reduzindo esse estoque, que chegou a US$ 108 bilhões, desde o início do ano.

A partir do momento em que legaliza o dinheiro que possui de forma irregular no exterior, o contribuinte não precisa necessariamente trazer esses recursos para o Brasil. Mas a expectativa é que pelo menos uma parte desse montante, além do imposto devido e da multa, entrará no país.

DÓLAR EM QUEDA

Nesta segunda (24), o dólar teve forte queda ante o real, e atingiu o patamar dos R$ 3,12, menor cotação em quase 16 meses - movimento atribuído por analistas à aproximação do fim do prazo para a repatriação.

Mesmo com a queda do petróleo no mercado internacional, que pressiona moedas de países emergentes, e com o aumento das apostas de alta dos juros nos EUA em dezembro, o real teve a maior valorização global nesta segunda. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório