Tragédia com a Chapecoense deixa 71 mortos e 6 sobreviventes

Queda de avião na Colômbia chocou o país e o mundo

© DR
Esporte Colômbia 06:46 - 30/11/16 POR Notícias ao Minuto

O trágico acidente de um avião, que caiu quando fazia ligação entre a Bolívia e a Colômbia, resultou na morte de 71 pessoas, sendo 19 jogadores (veja lista) da equipe Chapecoense, de Santa Catarina.

PUB

O voo transportava a imprensa e equipe de futebol que viajava para Medellín para disputar o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

Apenas seis passageiros sobreviveram. Três deles são da equipe do Chapecoense: Alan Ruschel, lateral do time; Jackson Follman, goleiro; e Hélio Neto, zagueiro.

Marcos Danilo Padilha, dado primeiramente como sobrevivente, acabou por falecer no hospital, não resistindo aos ferimentos. 

Os outros sobreviventes são a comissária de bordo Ximena Suárez, o jornalista brasileiro Rafael Henzel e o técnico da aeronave Erwin Tumiri também foram achados vivos. Tumiri explicou como conseguiu sobreviver ao trágico acidente. A maioria dos sobreviventes está hospitalizada em estado grave.

O jogo que a Chapecoense iria disputar era histórico, já que o clube nunca havia estado presente numa final internacional. Agora, em forma de tributo, o clube colombiano sugere que a taça seja entregue ao clube brasileiro vitimado na tragédia.

As autoridades devem apurar as causas do acidente, de olho para falhas técnicas, também tem sido levantada a possibilidade de a aeronave ter ficado sem combustível. 

O acidente despertou dezenas de reações por todo o mundo. Os torcedores do Chapecoense se reuniram no estádio do clube, para onde também foram os jogadores que não viajaram, como forma de homenagear toda a comitiva. 

LEIA MAIS

22 jornalistas morreram e um sobreviveu no voo da Chapecoense

Sobrevivente do voo da Chapecoense explica como se salvou

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X