Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Gremista Luan é oferecido, mas Palmeiras rejeita troca

Empresário queria troca com três jogadores ao Alvi-Verde

Gremista Luan é oferecido, mas Palmeiras rejeita troca
Notícias ao Minuto Brasil

21:01 - 21/12/18 por Folhapress

Esporte melou

Luan, atacante do Grêmio, foi oferecido por um intermediário ao Palmeiras. O empresário propôs que o clube paulista colocasse Victor Luís, Thiago Santos e Raphael Veiga em um pacote que ainda incluiria uma parte em dinheiro. O clube alviverde se negou a enviar contraproposta.

A sugestão foi feita para a diretoria da equipe paulista por um meio de um intermediário, que também tem conversado com outros clubes para trocar o atacante de clube, como Cruzeiro, Flamengo e São Paulo, por exemplo.

+ Tite se arrependeu de ter levado taça da Libertadores a Lula: ‘Errei’

+ Brasileiro passa sufoco ao ser coberto por ondas gigantes em Portugal

Para o mesmo setor, o Palmeiras acertou recentemente com Carlos Eduardo, do Pyramids, e Felipe Pires, do Hoffenheim. Ainda assim, a diretoria procura outra opção para as pontas, mas achou o que foi colocado à mesa completamente fora dos padrões.

Victor Luís se firmou como uma boa opção para lateral esquerda após atuar por Ceará e Botafogo por empréstimo. Thiago Santos é considerado um excelente jogador e fundamental para o elenco, apesar de não ter sido titular. Raphael Veiga é a grande aposta da diretoria após um ótimo ano pelo Atlético-PR.

Eleito Rei das Américas em 2017, Luan renovou em novembro de 2017 até o fim de 2020 e tem uma multa rescisória estimada em 18 milhões de euros (quase R$ 80 milhões). Com informações da Folhapress.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório