Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Protetor solar pode se tornar tóxico ao ser usado em piscinas com cloro

Estudo revela que o cloro pode reagir a um componente do protetor, gerando substâncias tóxicas para o ser humano

Protetor solar pode se tornar tóxico ao ser usado em piscinas com cloro
Notícias ao Minuto Brasil

16:55 - 04/07/17 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle Estudo

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estatal de Moscou, na Rússia, o cloro – um químico usado para desinfectar a água de piscinas  - ‘quebra’ o protetor solar, gerando toxinas potencialmente perigosas.

Apesar de, sozinha, a Avobenzona ser inofensiva, parece se tornar tóxica quando reage ao cloro e aos raios ultravioleta. A substância é um composto muito comum nos protetores solares e principal bloqueador dos raios solares. 

+ Oito alimentos que se deve comer todos os dias

De acordo com simulações feitas com nadadores que usavam protetor solar, da mistura do cloro com os raios solares e a avobenzona resultaram toxinas como aldeídos, fenóis e acetilbenzenos clorados. 

Segundo o Express britânico, os cientistas acreditam que elas podem provocar disfunções no fígado e nos rins, bem como distúrbios do sistema nervoso e até câncer. Sendo que os dois últimos (fenóis e acetilbenzenos clorados) são considerados extremamente tóxicos e estão fortemente ligados a tumores mortais e infertilidade, segundo destacaram os especialistas da Universidade Estatal de Moscou.

Agora, os investigadores estão estudando como a avobezona reage ao ser exposta à combinação de cloro e água do mar das piscinas marítimas.

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório