Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

5 principais problemas que levam ao fim dos relacionamentos

Não é só a traição que pode levar ao término

5 principais problemas que levam ao fim dos relacionamentos
Notícias ao Minuto Brasil

05:06 - 02/04/19 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle empecilhos

O que mais tem atrapalhado namoro e casamento nos dias de hoje segundo a sexóloga e expert em conquista e sedução Vanessa de Oliveira, não é só a traição. Segundo ela, tempo improdutivo do casal com redes sociais e até problemas financeiros são outros principais motivos que levam ao fim de uma vida à dois.

+ Estudo revela a melhor hora do dia para fazer sexo

A traição e a falta de interesse sexual embora continuem sendo os motivos mais comuns, algumas coisas são importantes avaliar nesse contexto de separação. “Dificilmente um casal se separa na descoberta da primeira traição, isso acontece quando há recorrência. Esses dois motivos têm relação entre si? Não necessariamente, até porque, muitas pessoas são acostumadas ao estilo de vida ‘não monogâmico não declarado’ e traem até mesmo tendo interesse sexual no seu parceiro, pura e unicamente porque geram interesse sexual simultâneo por várias pessoas ao mesmo tempo”.

Além da traição, ela lista outros motivos que podem levar ao término:

1 - Casal altamente engajado nas redes sociais

O casal acaba perdendo a conexão quando eles investem mais tempo conectando-se aos outros do que entre si. “Você sabe quando um casal dá certo ao ver que eles deixam as redes sociais quando estão juntos para curtirem um ao outro. Porém, para chegar ao fim de um relacionamento, ele precisa ser fraco e superficial se partir somente dessa situação. Acredite, nessa era tecnológica só os fortes sobrevivem. Até porque, há de se ter muita paciência em relação a curtidas que o outro dá em fotos alheias ‘sem intenção alguma’.

2 - Rotina sexual

Para Vanessa, a rotina sexual de uma vida à dois é lei! “Casal que transa legal dificilmente se separa”.

3 - Exigência irreal

Por vivermos na era do Instagram de vidas e pessoas perfeitas e, a especialista acredita que quando conhecemos o outro mais a fundo vemos seu lado comum e até os defeitos - por vezes aceitáveis - e nem sempre isso é aceito por quem vive o estilo de vida da perfeição. “Pessoas emocionalmente imaturas perdem o interesse no outro”.

4 – Traição

Vanessa acredita que a traição nem sempre é gerada porque o outro deixa a desejar, mas sim porque quem trai muitas vezes está acostumado ao estilo de vida não monogâmico. “Existem pessoas que não percebem, mas elas mesmo de forma não declarada, habituaram-se a estar sempre em contato com novas pessoas. Porém, avalie: se a conquista causa sofrimento e se não há reciprocidade o que eu digo é: PARE imediatamente! Estar em um relacionamento só é válido quando é prazeroso”.

5 - Problemas financeiros

Acredite, namorar e casar está cada vez mais caro! E quando o casal passa por dificuldades financeiras nem sempre sabe lidar com isso. “É preciso inteligência emocional para transpor essa fase, o que obviamente a maioria das pessoas não têm”.

Ainda segundo Vanessa, quem geralmente, sofre mais com o fim do relacionamento é a mulher. “As mulheres estão acostumadas a sofrerem, elas fazem isso por dezenas de homens em uma vida toda. Porém, quando um homem cai em sofrimento ele sente a dor de 10 relacionamentos terminados em um só, além do que, eles têm mais dificuldade em se recuperar".

Para superar o término, a especialista ainda dá algumas dicas:

1ª – Entenda o que aconteceu;

2ª - Turbine sua autoestima;

3ª – Comece um novo projeto;

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório