Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Dentista milionário é acusado de matar a mulher durante férias em safari

Homem arrecadou milhões de dólares com a morte da mulher, por via de seguros de saúde.

Dentista milionário é acusado de matar a mulher durante férias em safari
Notícias ao Minuto Brasil

14:00 - 02/08/22 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo EUA

Um dentista milionário da Pensilvânia, nos EUA, foi considerado culpado pela morte da mulher, há seis anos. O crime aconteceu durante um safari africano, tendo o homem recebido uma indenização pela morte.

Após um julgamento de três semanas, Lawrence Rudolph, de 67 anos, foi acusado de ter matado a mulher Bianca, com quem estava junto há 34 anos.

Foi, ainda, acusado de fraude por ter arrecadado 4,8 milhões de dólares em seguros após a morte de Bianca, em 2016.

O homem, escreve o NY Post, alegou que a mulher disparou contra ela própria num ato que teria sido acidental. Já os juízes consideraram que a morte foi premeditada para ficar com os seguros da mulher, tendo Lawrence iniciado logo em seguida uma relação com a sua empregada.

Bianca morreu no dia 11 de outubro de 2016 durante um safari na Zambia. Lawrence teria sido ouvido a exclamar, durante uma discussão num restaurante com a sua nova mulher, que tinha matado Bianca por causa desta.

Acredita-se que Bianca foi morta depois de ter exigido ter um papel mais ativo nas finanças da família e de ter exigido que o marido despedisse a empregada.

Campo obrigatório