Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Lula adere à rede Bluesky, rival do X, após ataques de Musk a Moraes e STF

A entrada de chefes de Estado na plataforma de Jack Dorsey, cofundador do X, passou a ser autorizada nesta sexta, 12

Lula adere à rede Bluesky, rival do X, após ataques de Musk a Moraes e STF
Notícias ao Minuto Brasil

07:29 - 13/04/24 por Estadao Conteudo

Tech Rede Social

Nesta sexta-feira, 12, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se tornou usuário da rede Bluesky, concorrente do X (antigo Twitter). A adesão à "rede céu azul" se deu em meio ao contexto de ataques de Elon Musk, dono da plataforma X, ao governo e à Justiça brasileira, principalmente às decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A entrada de chefes de Estado na plataforma de Jack Dorsey, cofundador do X, passou a ser autorizada nesta sexta, 12. Logo após a criação da conta, Lula fez a primeira publicação no perfil sobre a visita dele a uma planta frigorífica em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, que recebeu licença para exportar produtos para a China.

"Vou participar da habilitação de 38 frigoríficos para exportação de carnes para a China. Em seguida, em SP, para a inauguração da sede da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos e anúncio de investimentos. A economia no rumo certo", escreveu o presidente.

Em publicações seguintes, o petista celebrou o "crescimento da economia" e disse que "esse é o Brasil, que estava isolado, voltando pro mundo". Ainda, aproveitou para criticar a "parte da humanidade que está virando algoritmo" e afirmar que é preciso "olhar no olho da pessoa, pegar na mão".

O chefe do Executivo não abandonou, no entanto, o perfil no X de Musk, onde publicou as mesmas informações. O bilionário tece críticas desde o último sábado, 6, a Alexandre de Moraes e já chegou a dizer que o ministro tem "Lula na coleira".

A rede alternativa, fundada em 2019, começou a ganhar mais usuários brasileiros com a ameaça de retirada do X do país após Musk dizer que poderia descumprir decisões judiciais e reativar contas suspensas. As ordens de bloqueio de perfis de influenciadores e aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) são de Moraes e se justificam pela disseminação de fake news e envolvimento com atos antidemocráticos.

A Bluesky é parecida com a plataforma de Musk, tem a mesma formatação e é possível fazer publicações em texto, com no máximo 256 caracteres, e em imagens, assim como excluir seus posts e curtir, comentar e repostar as publicações de outros usuários. Entretanto, apresenta algumas limitações, como a impossibilidade de publicar vídeos e áudios.

Campo obrigatório