Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Mesada recebida por Cabral era maior do que a do tráfico

Bandidos pediram R$ 450 mil para a “liberação” de uma obra em uma área específica do RJ, enquanto o ex-governador cobrava um pouco mais

Mesada recebida por Cabral era maior
do que a do tráfico
Notícias ao Minuto Brasil

15:31 - 04/01/17 por Notícias Ao Minuto

Política PROPINA

Sérgio Cabral ganhava de empreiteiras uma mesada maior do que a recebida pelo tráfico de drogas, segundo informou a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

De acordo com a delação à Lava Jato de Alberto Quintaes, ex-executivo da Andrade Gutierrez, traficantes do Rio de Janeiro colocaram a companhia na parede, exigindo da empresa uma mesada de R$ 450 mil para “liberar” uma obra no corredor expresso Via Light, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O preço exigido pela bandidagem é inferior ao que o ex-governador cobrava da Carioca Engenharia no fim do seu mandato. Cabral faturava R$ 500 mil, segundo delatores.

Leia também: Lava Jato indicia ex-gerente que recebeu propina em uísques

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório