Meteorologia

  • 02 MARçO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Netflix quer aumentar preços dos planos após fim das greves, diz jornal

No momento, o plano mais barato da Netflix no Brasil custa R$ 18,90 e dá direito à transmissão simultânea em até dois aparelhos, com intervalos para anúncios.

Netflix quer aumentar preços dos planos após fim das greves, diz jornal
Notícias ao Minuto Brasil

19:36 - 03/10/23 por Folhapress

Tech Streaming

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Netflix planeja aumentar os preços dos planos de streaming sem anúncios. Segundo um relatório que parte de fontes anônimas ouvidas pelo jornal americano Wall Street Journal, a plataforma está avaliando o aumento de preços em vários países. A discussão surge pouco tempo após a greve dos atores do SAG-AFTRA.

De acordo com as informações divulgadas pelo jornal, a Netflix estaria planejando esperar até que ambas as greves, dos atores e dos roteiristas, acabem. A empresa provavelmente aumentará primeiro as taxas nos Estados Unidos e no Canadá. Ainda não há qualquer informação sobre os novos preços. Também não há nenhuma informação sobre possíveis aumentos de preços no Brasil.

Procurada pela Folha de S.Paulo, a Netflix não respondeu aos questionamentos até a publicação desta reportagem.

No momento, o plano mais barato da Netflix no Brasil custa R$ 18,90 e dá direito à transmissão simultânea em até dois aparelhos, com intervalos para anúncios. O plano Padrão, que não tem anúncios, custa R$ 39,90.

O plano Premium cobra R$ 55,90 para permitir que até quatro pessoas assistam atrações ao mesmo, também sem anúncios. Há ainda um plano Básico, que permite a transmissão em apenas um dispositivo, em resolução inferior, por R$ 25,90.

Em maio deste ano, o serviço de streaming informou por meio de sua conta oficial no X, o antigo Twitter, que a Netflix Brasil passará a cobrar R$ 12,90 por cada assinatura fora da residência. A prática busca coibir o compartilhamento de senhas, aumentando o número de assinaturas.

Campo obrigatório