Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2017
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 17º

Edição

'Quanto mais ele se apegar ao cargo, pior fica situação', diz Molon

Deputado da Rede criticou decisão de Temer de se manter na presidência após denúncias de corrupção

'Quanto mais ele se apegar ao cargo, pior fica situação', diz Molon
Notícias ao Minuto Brasil

17:08 - 18/05/17 por Folhapress

Política REPERCUSSÃO

Diante do pronunciamento do presidente Michel Temer que afirmou categoricamente que não renunciará, a oposição ao governo vai pressionar agora pela antecipação do julgamento do processo de cassação da chapa Dilma-Temer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), inicialmente marcado para 6 de junho.

"Quanto mais ele se apegar ao cargo, mais grave fica a situação econômica e política do país", disse o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), um dos autores dos três pedidos de impeachment que serão apresentados à Câmara pela oposição.

Para Molon, Temer não renunciou para "retardar as consequências criminais e para ganhar tempo para organizar eleições indiretas". Deputados oposicionistas disseram que, mantendo-se no cargo, Temer não tem governabilidade e não conseguirá aprovar nada no Congresso. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório