Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ao menos 172 municípios do país já têm casos confirmados de coronavírus

O estado com maior número de municípios atingidos é o Rio Grande do Sul, onde 30 cidades têm pessoas doentes

Ao menos 172 municípios do país já têm casos confirmados de coronavírus
Notícias ao Minuto Brasil

13:30 - 25/03/20 por Folhapress

Brasil Pandemia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ao menos 172 municípios brasileiros já registram casos confirmados de coronavírus. A maior concentração é na região Sul do país, que tem 63 cidades com registros.

O estado com maior número de municípios atingidos é o Rio Grande do Sul, onde 30 cidades têm pessoas doentes. Em seguida vem Santa Catarina, com 21, e São Paulo, com 20.

Até a noite de segunda (23), o números oficiais indicavam que oito estados registravam infectados apenas em suas capitais: Alagoas, Amazonas, Acre, Amapá, Maranhão, Piauí, Roraima e Tocantins.

O levantamento foi feito pela reportagem com base em dados da plataforma colaborativa Brasil.IO e números das secretarias estaduais de Saúde.

Por conta da defasagem na atualização de casos, é possível que os números estejam subestimados e haja mais cidades afetadas.

Embora a maioria das secretarias apresente boletim atualizado diariamente, nem sempre são informados o número de casos por município. O Ministério da Saúde também não tem priorizado esse tipo de detalhamento no seu balanço diário.

Há, ainda, dessincronização entre os dados dos municípios e os dos estados.

São Paulo, estado com maior quantidade de pessoas infectadas pelo coronavírus, divulgou pela última vez o quadro atualizado de registros por município na última sexta (20), quando contabilizava 396 pessoas doentes em 20 cidades (90% dos diagnósticos aconteceram na capital).

Nesta terça (24), já eram 810 infectados no estado, com 40 mortes. Em todo o país, já são mais de 2.000 pessoas doentes e 46 mortos.

Além disso, contribui para a subnotificação o fato de que boa parte dos casos de coronavírus não chegam a ser detectados, seja porque um grande número de pessoas não apresenta sintomas ou seja devido à política de testes adotada pelo Ministério da Saúde, que prioriza os casos em que há complicações de saúde.

O governo tem sofrido pressão para ampliação da testagem de possíveis casos da Covid-19. O número atual de testes já distribuídos a laboratórios dos estados é de 30 mil, montante considerado insuficiente.

Em entrevista à imprensa na tarde desta terça-feira, o secretário-executivo do ministério, João Gabbardo dos Reis, estimou que apenas 14% das ocorrências sejam diagnosticadas –86% dos doentes, portanto, não devem entrar para as estatísticas oficiais.

Chama a atenção a velocidade com que o vírus se espalhou pelo país. O primeiro caso foi confirmado na capital paulista, em 26 de fevereiro. Dez dias depois, já havia registros em 30 cidades de 14 estados.

A primeira confirmação na região Norte veio no dia 13, quando Manaus teve o primeiro diagnóstico.

No sábado, a Covid-19 chegou a todo o país. Naquele dia, a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita, afirmou em seu perfil nas redes sociais que duas pessoas haviam tido resultado positivo para o teste de coronavírus.

Na última sexta-feira (20), o Ministério da Saúde declarou que há transmissão comunitária ou sustentada em todo o país. Isso significa que há contaminação entre pessoas que não viajaram e que não têm vínculo com algum dos casos confirmados registrados anteriormente.

Campo obrigatório