Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Motorista de aplicativo é preso por furtar casas entre as corridas em SC

Responsável pela investigação, o delegado Antônio Lúcio Antunes Godoi afirmou a reportagem que o motorista de 25 anos alugava veículos diferentes toda semana para fazer as corridas por aplicativo

Motorista de aplicativo é preso por furtar casas entre as corridas em SC
Notícias ao Minuto Brasil

11:21 - 05/12/21 por Folhapress

Justiça FURTO-SC

WANDERLEY PREITE SOBRINHO
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um motorista de aplicativo foi preso pela Polícia Civil de Pomerode, em Santa Catarina, após uma série de furtos a residências em cidades da região do Médio Vale do Itajaí, a 150 km de Florianópolis.


Responsável pela investigação, o delegado Antônio Lúcio Antunes Godoi afirmou a reportagem que o motorista de 25 anos alugava veículos diferentes toda semana para fazer as corridas por aplicativo.
Entre uma corrida e outra, porém, ele estacionava o veículo para invadir casas em pelo menos seis cidades da região: Canelinha, Timbó, Ascurra e Pomerode.
Os principais objetos roubados, diz Godoi, "são fáceis de revender, como joias, eletrodoméstico, equipamentos eletrônicos, televisões".


Por meio da placa do carro, os investigadores chegaram a uma empresa especializada em locação de veículo para motoristas de aplicativo, que confirmou os dados do suspeito.


"Conseguimos autorização judicial para que a empresa do aplicativo fornecesse as locações e os dados do motorista", diz o delegado. "A gente cruzou essas informações com interceptações telefônicas e boletins de ocorrência. Apenas em nossa microrregião foram oito furtos.".


Para o delegado, trata-se de uma organização criminosa que atua na região desde 2019 e que, agora, começa a ser desmantelada. Ao delegado, o suspeito confessou o crime.


"Ele confessou informalmente", diz. "Ainda não peguei o depoimento porque preciso ver o que há no celular dele."
Pelo que pôde ver até agora, afirma, "será tranquilo comprovar o envolvimento dele".
O suspeito seguirá preso preventivamente por tempo indeterminado.

Campo obrigatório