Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Após polêmica, musical sobre Ivone Lara anuncia atriz substituta

Fabiana Cozza recebeu críticas por ser 'branca demais' para o papel e foi substituída por Fernanda Jacob

Após polêmica, musical sobre Ivone Lara anuncia atriz substituta
Notícias ao Minuto Brasil

13:32 - 06/07/18 por Folhapress

Cultura 'branca demais'

A produção de "Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro - O Musical!" anunciou a atriz Fernanda Jacob, 28, como substituta da atriz e cantora Fabiana Cozza, que há um mês renunciou ao papel da sambista devido a críticas de que seria "branca demais" para interpretá-la.

Jacob foi convidada pelo produtor Jô Santana e irá dividir o papel com Dandara Mariana, 30, e Heloísa Jorge, 34 -estas já haviam sido selecionadas por audições. Cada uma irá interpretar uma fase da vida de Dona Ivone Lara: a juventude (Mariana), o início da vida adulta (Jorge) e a carreira a partir dos anos 70 (Jacob).

ENTENDA O CASO

Foi a própria família da sambista, morta em abril passado, aos 96, quem havia indicado o nome de Cozza à produção do musical, que tem previsão de estreia em setembro no Teatro Carlos Gomes, no Rio. A divulgação do elenco foi feita no dia 30/5.

Cozza foi alvo de críticas, muitas vindas do movimento negro, de que seria "branca demais" para viver Dona Ivone e renunciou ao papel.

+ Após cirurgia contra o câncer, Elvis Costello cancela shows na Europa

Ela publicou em suas redes sociais uma carta de renúncia ao papel na qual diz "ter dormido negra numa terça-feira e numa quarta, após o anúncio do meu nome como protagonista do musical, acordar 'branca' aos olhos de tantos irmãos".

"Renuncio porque falar de racismo no Brasil virou papo de gente 'politicamente correta'. E eu sou o avesso. Minha humanidade dói fundo porque muitas me atravessam. Muitos são os que gravam o meu corpo. Todas são as minhas memórias", afirmou.

Filha de pai negro (Osvaldo dos Santos, puxador da escola de samba Camisa Verde e Branco) e mãe branca, a paulistana Cozza, 42, é grande conhecedora do repertório de Ivone Lara.

Já em seu segundo álbum, "Quando o Céu Clarear" (2007), gravou "Doces Recordações", composição de Ivone Lara e Délcio Carvalho, e "Tendência", parceria de Jorge Aragão com a sambista -que chegou a participar de alguns shows com a paulistana.

"Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro - O Musical!" tem dramaturgia e direção de Elísio Lopes Jr. e direção musical de Rildo Hora , acompanhado de Jarbas Bitencourt e Guilherme Terra, maestro do musical.

O espetáculo foi idealizado por Jô Santana dentro de um projeto em homenagem a nomes do samba, que já deu origem a "Cartola, O Mundo É um Moinho" (2016) e também deve contar com uma produção sobre Martinho da Vila. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório