Bolsas europeias avançam em dia de início das negociações do Brexit

Ministro britânico designado para as tratativas do Brexit, David Davis, está em Bruxelas hoje para dar andamento ao divórcio

© Francois Lenoir / Reuters
Economia União Europeia 11:21 - 19/06/17 POR

As bolsas europeias avançam no dia em que começam as negociações formais da saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit. Na França, o presidente Emmanuel Macron fortaleceu sua posição política durante o fim de semana, depois de conseguir uma maioria nas eleições parlamentares do país ontem.

PUB

O ministro britânico para o Brexit, David Davis, designado para as tratativas, está em Bruxelas hoje para dar andamento ao divórcio. "Buscaremos relação futura especial e profunda com a União Europeia", disse. A população decidiu pela retirada há quase um ano e há, agora, uma avaliação de que as discussões possam ser um pouco mais suaves do que o alardeado inicialmente. Isso porque o Partido Conservador perdeu a maioria absoluta do governo no Parlamento e a primeira-ministra britânica, Theresa May, está em negociação com o Partido Democrático Unionista (DUP, na sigla em inglês), da Irlanda do Norte, para formar um governo de coalizão. Os investidores descontarão qualquer incerteza maior sobre a libra. Às 13h30, Davis e o negociador da UE, Michel Barnier, darão entrevista coletiva em Bruxelas.

No mercado acionário, as ações ligadas a viagens e lazer são as mais acompanhadas hoje, depois que mais uma vez um veículo atropelou pessoas perto de uma mesquita em Londres. As autoridades tratam o episódio como o mais novo ataque terrorista na cidade e Theresa May acionou uma reunião de resposta a crises. O suspeito foi detido e o balanço parcial do atentado é de que pelo menos um pessoa morreu e oito ficaram feridas com gravidade. As gigantes do setor aéreo se reúnem hoje na França em busca de negócios multimilionários no International Paris Air Show.

Às 7 horas (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx-600 subia 0,54%, com todos os setores em alta. O de veículos, por exemplo, tinha elevação de 0,72% impulsionado pelos papéis da PSA Peugeot Citroen, que ganhavam mais de 2% mais cedo. As ações da empresa receberam recomendação de "retenção" por especialistas que acompanham o segmento.

Outra companhia que está em alta - superior a 6% - é a britânica de compras online Ocado. A avaliação é a de que a empresa pode ser um novo foco da Amazon.com, que na semana passada anunciou a compra da Whole Foods.

Em dia sem indicadores, a agenda conta com a divulgação do relatório mensal do Bundesbank.

Às 7h21 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,50% e a de Frankfurt tinha alta de 0,74%. Em Paris o ganho era de 0,87%. Milão era o único pregão em baixa, com perdas de 0,09%. Em Madri, a elevação era de 0,69% e, em Lisboa, de 0,43%. No mesmo horário no mercado cambial, o euro recuava a US$ 1,1194, mas a libra, por sua vez, subia a US$ 1,2795. Com informações do Estadão Conteúdo.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X