Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Trump diz que China está aberta a um acordo comercial

País asiático teria enviado uma lista de medidas que estava disposta a adotar para resolver tensões comerciais com o governo americano

Trump diz que China está aberta a um acordo comercial
Notícias ao Minuto Brasil

17:51 - 17/11/18 por Estadao Conteudo

Economia Negócios

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse na sexta-feira, 16, que a China enviou uma lista de medidas que estava disposta a adotar para resolver tensões comerciais com o governo americano. "A China quer fazer um acordo. Eles mandaram uma lista de coisas que eles estão dispostos a fazer, mas ainda não é aceitável para mim", disse Trump a repórteres na Casa Branca. Ele afirmou que a lista de 142 itens era "bastante completa", mas "há quatro ou cinco coisas deixadas de fora". "Eu acho que provavelmente vamos consegui-las."

Trump impôs tarifas sobre US$ 250 bilhões em importações chinesas para forçar concessões de Pequim em uma lista de demandas que mudaria os termos de comércio entre os dois países. A China respondeu com tarifas a produtos dos EUA.

Ele também ameaçou impor tarifas sobre todas as importações restantes da China, equivalentes a cerca de US$ 267 bilhões, se Pequim não atender aos pedidos dos EUA. "Nós podemos não ter de fazer isso", disse Trump. "A China gostaria de fazer um acordo."

Segundo reportagem da Bloomberg, Trump pretende pressionar a China para que ela assuma o compromisso de retomar as importações de soja americana.

+ Pagamento da segunda parcela do 13º pelo INSS começa no dia 26

Os chineses impuseram tarifa de 25% sobre os grãos cultivados nos EUA em retaliação às barreiras impostas pelo governo Trump a produtos do país asiático.

O vice-secretário de Agricultura dos EUA, Steve Censky, disse que qualquer acordo possível incluiria a retomada das vendas de soja, já que o grão foi alvo da guerra comercial.

Em julho, o governo anunciou socorro de US$ 12 bilhões aos produtores americanos atingidos pela guerra comercial.

Trump e o presidente da China, Xi Jinping, devem se reunir no fim do mês, durante um jantar, na cúpula do G-20, em Buenos Aires. Com Agências Internacionais

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório