Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Morre, aos 74 anos, Miguel de Oliveira, campeão mundial de boxe em 1975

O ex-boxeador, estava com 74 anos, e sofria de câncer no pâncreas, doença diagnosticada há três meses e que o levou à internação e tratament

Morre, aos 74 anos, Miguel de Oliveira, campeão mundial de boxe em 1975
Notícias ao Minuto Brasil

10:54 - 15/10/21 por Estadao Conteudo

Esporte Miguel de Oliveira

Miguel de Oliveira, campeão mundial dos médios-ligeiros do Conselho Mundial de Boxe em 1975, morreu, nesta sexta-feira, em São Paulo. O ex-boxeador, estava com 74 anos, e sofria de câncer no pâncreas, doença diagnosticada há três meses e que o levou à internação e tratamento.

Sempre com a voz baixa, simpático e muito acessível, Miguel foi uma das pessoas mais especiais do boxe nacional. Como pugilista, se destacava pela força nos punhos e na inteligência para encontrar a melhor tática para enfrentar seus adversários. Era calculista, estudioso e frio.

Parou de lutar ainda jovem, aos 28 anos, por não ter mais 'motivação' para encarar os treinos diários com a dedicação que um esporte tão duro como o boxe exige de seus praticantes. Retomou a carreira, mas sem o mesmo entusiasmo.

Miguel revelou que começou a lutar boxe por ver as lutas de Eder Jofre no cinema. "Ele foi e sempre será o maior de todos", dizia, referindo-se ao ídolo, que neste sábado terá seu nome colocado no Hall da Fama da Costa Oeste dos Estados Unidos.

"Um dia muito triste. Miguel foi um verdadeiro campeão dentro e fora do ringue. Correto em todos os sentidos. Dedicado, disciplinado e dono de muita técnica", disse Newton Campos, presidente da Federação Paulista de Boxe, entidade que respeitará luto por três dias.

"O Miguel foi um paizão para mim e para o Maguila. Dava conselhos, sempre equilibrado, com muita paciência.. Ele foi muito importante para nós", afirmou Irani, mulher do Maguila. Segundo ela, o ex-boxeador só será informado no final de semana, pessoalmente, na clínica onde está internado há vários anos em tratamento de uma doença crônica.

Miguel foi campeão dos médios-ligeiros em 1975, ao bater o espanhol Jose Manuel Duran Perez, por pontos, após 15 assaltos, em decisão unânime dos jurados, em Mônaco, para ficar com o cinturão do Conselho Mundial de Boxe.

Pendurou as luvas com 46 vitórias (28 nocautes), 5 derrotas e um empate. Além de boxeador, Miguel também foi treinador e comandou o peso pesado Adilson Maguila Rodrigues entre os anos de 1986 e 1988, quando peso pesado obteve importantes vitórias sobre Daniel Falconi e Andre Van Den Oetelar.

Fora do boxe profissional, Miguel foi maratonista e instrutor de boxe em uma importante academia de São Paulo por mais de três décadas.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório