Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Flamengo sofre, mas vence Al Ahly e termina o Mundial de clubes em terceiro

Passado o Mundial, o foco do Flamengo passa a ser a Recopa Sul-Americana. O primeiro confronto com o Independiente del Valle, campeão da Sul-Americana, será no dia 21 de fevereiro (terça-feira), às 21h30, no Equador.

Flamengo sofre, mas vence Al Ahly e termina o Mundial de clubes em terceiro
Notícias ao Minuto Brasil

14:56 - 11/02/23 por Estadao Conteudo

Esporte Mundial de Clubes

O Flamengo sofreu, mas se aproveitou de ter um jogador a mais em boa parte do segundo tempo para vencer o Al Ahly por 4 a 2, neste sábado, no Ibn Batouta Stadium, e confirmar o terceiro lugar no Mundial de Clubes. O resultado acaba aliviando a pressão em cima de Vitor Pereira, que vinha de duas derrotas em "decisões", para Palmeiras e Al-Hilal.

Passado o Mundial, o foco do Flamengo passa a ser a Recopa Sul-Americana. O primeiro confronto com o Independiente del Valle, campeão da Sul-Americana, será no dia 21 de fevereiro (terça-feira), às 21h30, no Equador.

Diferente do que vinha sendo especulado durante a semana, o técnico Vítor Pereira não poupou alguns de seus principais jogadores e resolveu escalar o Flamengo com força máxima. No entanto, teve três desfalques: Gerson, expulso na estreia, além dos lesionados Filipe Luís e Léo Pereira.

Com isso, Fabrício Bruno, que vem sendo muito elogiado pelo treinador, ganhou uma chance entre os titulares, assim como Vidal, que polemizou ao mostrar insatisfação com o banco de reservas dias antes da viagem para o Marrocos.

Tentando absorver o impacto da derrota para o Al-Hilal, o Flamengo entrou ligado e viu, logo de cara, Arrascaeta tabelar com Gabigol e achar Varela dentro da área. O lateral foi derrubado por Abdelfattah, pênalti, marcado com ajuda do VAR. O camisa 10 foi para a cobrança e abriu o placar aos dez minutos.

O Flamengo teve grande chance de ampliar com Pedro, que recebeu de Arrascaeta e parou na defesa do goleiro El Shenawy. Gabigol pegou a sobra, dividiu com o goleiro e mandou para fora. O time rubro-negro parecia dono da partida, mas foi perdendo gás e dando espaço para o adversário, que aproveitou.

Aos 37 minutos, Maaloul cobrou escanteio na cabeça de Abdelkader, que testou firme e contou com um desvio de Fabrício Bruno para deixar tudo igual. O time egípcio cresceu, apertou o Flamengo, que se fechou e acabou levando a igualdade para o intervalo.

O segundo tempo foi ainda mais movimentado. Logo aos dez minutos, o árbitro assinalou pênalti de Thiago Maia em Sherif. Maaloul bateu e ficou na defesa de Santos. No entanto, o time egípcio não se abateu e ampliou aos 14 minutos. Abdelkader fez fila na defesa adversária e chutou cruzado, sem chances para o goleiro rubro-negro.

O Al Ahly teve o jogo nas mãos, mas colocou tudo a perder aos 23 minutos, quando Abdelfattah acertou Ayrton Lucas e acabou expulso. Apesar de ter um jogador a menos, o time egípcio perdeu grande chance de liquidar a fatura. Sherif saiu de frente para Santos, mas mandou nas mãos do goleiro.

O Flamengo, então renasceu em campo e se aproveitou de falha da defesa rival para empatar. Aos 31 minutos, El Shenawy se atrapalhou todo e viu a bola sobrar para Pedro: 2 a 2. A virada veio aos aos 39, em novo pênalti cobrado por Gabigol. E não parou por aí. Aos 45, Dieng entregou de bandeja para Pedro fazer o quarto e definir o resultado em 4 a 2.

A partida ficou ríspida a partir daí. Arrascaeta chegou a fazer o quinto gol, mas o lance acabou anulado pela arbitragem. O uruguaio discutiu com jogadores do Al Ahly, que perderam a cabeça. Houve pequenas confusões, mas o árbitro conteve os ânimos e acabou confirmando o triunfo rubro-negro.

FICHA TÉCNICA

AL AHLY 2 X 4 FLAMENGO

AL AHLY - El Shenawy; Abdelfattah, Yasser Ibrahim, Abdelmonem e Maaloul (Dieng); Fathi (El Shahat), Ateya, Abdelkader e Taher Mohamed; Percy Tau e Sherif (Hany). Técnico: Marcel Koller.

FLAMENGO - Santos; Varela, Fabrício Bruno, David Luiz (Pablo) e Ayrton Lucas; Vidal, Thiago Maia, Everton Ribeiro (Everton Cebolinha) e Arrascaeta (Erick Pulgar); Gabigol e Pedro (Matheus França). Técnico: Vítor Pereira.

GOLS - Gabigol, aos dez, e Abdelkader, aos 37 minutos do primeiro tempo. Adbelkader, aos 15, Pedro, aos 32, Gabigol, aos 39 minutos, e Pedro, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Mustapha Ghorbal

CARTÕES AMARELOS - Abdelmonem, El Shahat, Hany, Fathi e Ateya (Al Ahly); Arrascaeta e Gabigol (Flamengo)

CARTÃO VERMELHO - Abdelfattah (Al Ahly)

LOCAL - Ibn Batouta Stadium, em Tânger, no Marrocos.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório