Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Como Pulgar superou polêmica no Fla, virou referência e conquistou Tite

O volante é titular absoluto não só no clube, mas também na seleção do Chile

Como Pulgar superou polêmica no Fla, virou referência e conquistou Tite
Notícias ao Minuto Brasil

14:12 - 20/11/23 por Folhapress

Esporte Flamengo

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Em ano de altos e baixos, o Flamengo encontrou em Erick Pulgar o jogador mais regular da temporada. Elogiado por Tite pelas boas atuações, o volante é titular absoluto não só no clube, mas também na seleção do Chile.

O Flamengo sofreu apenas um gol com Pulgar em campo na Era Tite. Isso aconteceu contra o Fluminense. Na derrota para o Grêmio de virada, ele saiu no intervalo e não viveu o revés. O volante desfalcou o time contra o Santos, em Brasília, por estar suspenso.

Depois de poucas chances com Vítor Pereira, Pulgar renasceu com Jorge Sampaoli, que já o conhecia do Chile. Ele foi uma das poucas boas notícias da passagem do argentino pelo clube.

O jogador também se mostrou versátil e chegou a ser usado até como terceiro zagueiro. O desempenho do Fla caiu consideravelmente durante o período de nove jogos seguidos que o camisa 5 ficou fora por lesão entre julho e agosto.

Na seleção chilena, Pulgar foi titular em quatro partidas e atuou durante os 90 minutos. O camisa 5 só esteve fora da derrota por 3 a 0 contra o Venezuela porque estava suspenso.

Pulgar tem 44 jogos na temporada e dois gols. Ele também deu cinco assistências, sendo uma pela seleção. Discreto no dia a dia, aparece pouco para dar entrevistas.

Joga muito. Ou 'box to box' ou posicional. Pode escolher, pronto. Com a qualidade técnica que ele tem, você pode usá-lo nas duas funções, eu quis ser sintético. Se você quer um jogador mais posicional, ele te dá para jogar com um jogador pelo lado. Se você quer um jogador para liberar o Pulgar para fazer 'box to box', ele vai fazer porque tem qualidade técnica individual Tite

POLÊMICA NA CHEGADA

Antes de se consolidar, Pulgar viveu campanha contra a contratação em julho do ano passado. Alguns torcedores puxaram a campanha #PulgarNão nas redes sociais.

O primeiro caso era um atropelamento. Em 2013, Pulgar atropelou Daniel Ampuero, de 65 anos, que morreu pouco depois. O jogador não prestou socorro e fugiu do local. Ele foi julgado e condenado por homicídio culposo em 2014, mas a Justiça entendeu que a vítima atravessou a rua em local não autorizado e deixou a pena mais branda.

O outro envolvia uma investigação de estupro. O volante foi incluído como testemunha em uma investigação de estupro que teria ocorrido na casa dele, no Chile. A vítima alegou ter perdido a consciência depois de ingerir bebida e acordado na casa do jogador, com sinais de estupro, incluindo hematomas pelo corpo e lesões nas pernas. O caso apurava a responsabilidade de amigos de Pulgar, mas acabou arquivado por desistência da vítima e laudos não conclusivos no início deste ano.

Quando chegou, evitou falar sobre isso. "Tudo que aconteceu já passou. Falo muito pouco da minha vida fora do futebol. Perguntas fora do futebol não têm razão", comentou.

O Flamengo disse ter feito consultas às autoridades chilenas antes de dar prosseguimento ao negócio. O clube entendeu que não havia pendências ou problemas.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório