Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Arsenal goleia Chelsea, amplia saldo de gols no topo do Inglês e pressiona Liverpool e City

Com o triunfo, o time londrino chegou aos 77 pontos, abrindo três de vantagem sobre o Liverpool

Arsenal goleia Chelsea, amplia saldo de gols no topo do Inglês e pressiona Liverpool e City
Notícias ao Minuto Brasil

21:36 - 23/04/24 por Estadao Conteudo

Esporte Europa

O Arsenal continua firme em sua caminhada para tentar acabar com o jejum de títulos no Campeonato Inglês que dura desde a temporada 2003/04. Nesta terça-feira, na abertura da 34ª rodada, o líder não tomou conhecimento do rival Chelsea, goleando por 5 a 0 no Emirates Stadium e melhorando seu saldo de gols.

Com o triunfo, o time londrino chegou aos 77 pontos, abrindo três de vantagem sobre o Liverpool, que visita o Everton nesta quarta-feira, e subiu para 56 gols de saldo, diante de 43 da equipe comandada por Jürgen Klopp. Com dois jogos a menos e agora quatro pontos atrás, o atual tricampeão Manchester City aparece em terceiro e fica pressionado a ganhar do Brihgton na quinta-feira e na partida adiada com o Tottenham, agendada para 14 de maio - tem 44 gols de saldo.

A torcida que lotou o Emirates Stadium precisou de somente quatro minutos para soltar o grito de gol. E com jogada de encher os olhos. A troca de passes de primeira iniciou na direita e terminou do lado inverso, com Rice rolando para Trossard bater no cantinho de Petrovic.

O Arsenal não se acomodou com a vantagem mínima e bastante importante e continuou em cima, acumulando chances criadas e desperdiçadas. A primeira etapa foi toda do time vermelho e branco. Em um dos tantos ataques, a bola desviada pelo defensor parou no peito do goleiro para desespero de Mikel Arteta na beira do campo. O treinador cobriu o rosto após o gol não sair. Saka já havia mandado nas mãos de Petrovic, que fazia de tudo para neutralizar as investidas do poderoso ataque da equipe de Londres.

Outrora duelo de gigantes da Inglaterra, desta vez a partida parecia de uma equipe só. O Arsenal apresentando todo seu poderio ofensivo e o Chelsea apenas se defendendo. Não por acaso, o remodelado time de Mauricio Pochettino ocupa posição intermediária na tabela - entrou em campo como nono, com 47 pontos.

O sufoco que já era grande na etapa inicial, cresceu ainda mais na largada da etapa final. Após perder duas grandes oportunidades ao esbarrar em Petrovic com somente seis minutos, o Arsenal não desperdiçou a terceira oportunidade e Ben White aproveitou o rebote para ampliar.

O alívio veio pouco tempo depois. Odegaard lançou Havertz que encobriu Petrovic. Levar dois gols rápidos foi uma ducha de água fria no Chelsea. Desmotivou o time, que não teve tempo para se reorganizar na tentativa de reação. Para piorar, o massacre se transformou em goleada histórica.

Havertz bateu cruzado e viu a bola tocar na trave antes de entrar. Depois, Ben White tentou cruzar de primeira e acabou marcando um belo gol por cobertura. Com 5 a 0, Arteta resolveu poupar suas principais peças. Gabriel Jesus, Martinelli, Jorginho e Zinchenko entraram aos 33 minutos para manter o ritmo. Mesmo modificado, o Arsenal ainda poderia ampliar. Mas a festa já estava garantida.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório