Avião da tragédia costumava parar para abastecer, diz jogador

Atacante do Atlético Nacional contou que viajou no mesmo avião que caiu com a delegação da Chapecoense em diversas ocasiões

© Reuters / David Mercado
Esporte #FORÇACHAPE 19:37 - 29/11/16 POR Notícias Ao Minuto

O atacante Miguel Ángel Borja, do Atlético Nacional, da Colômbia, disse em entrevista à um canal de televisão do país que a equipe colombiana viajou diversas vezes no mesmo avião da Chapecoense, que caiu na madrugada desta terça-feira (29). O atleta contou que o time até já conhecia a tripulação e revelou também que o piloto precisou parar por várias vezes para reabastecer a aeronave.

PUB

“É lamentável o que aconteceu, mudou a vida de todos. Nós já viajamos neste avião, conhecíamos até a tripulação. Tomara que agora que isso aconteceu as equipes tenham a consciência de melhorar as condições (de viagem), porque várias vezes paramos para abastecer quando voamos com este avião”, contou Borja, segundo o jornal Extra.

“Todos os companheiros, o técnico, a comissão diretiva, nós estamos em reflexão, porque isso não pode passar. Nós viajamos no mesmo avião, com o mesmo capitão, em várias ocasiões. Tivemos medo, porque o avião é muito pequeno, muitas vezes parou em aeroportos para abastecer, porque não alcançaria o destino final. Queremos que a federação, que a Conmebol nos deem mais recursos para viajarmos com mais segurança e comodidade”, completou o jogador.

Leia também: Avião faz com destino ao Ceará faz pouso forçado em Brasília

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X