Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Técnico revela insistência de Neymar para jogar em decisão pelo PSG

Atacante tem ansiedade de voltar aos campos após a Copa do Mundo

Técnico revela insistência de Neymar para jogar em decisão pelo PSG
Notícias ao Minuto Brasil

10:14 - 11/08/18 por Folhapress

Esporte ansiedade

JOÃO HENRIQUE MARQUES - A ansiedade de Neymar para voltar a jogar após a Copa do Mundo foi destacada pelo treinador do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel. O alemão preferia poupar o brasileiro da final da Supercopa da França, na semana passada, diante do Monaco -PSG venceu por 4 a 0, em jogo disputado na China-, mas foi convencido pelo brasileiro a colocá-lo em campo.

"O Neymar ficou o tempo inteiro (durante a partida) me pedindo: "deixa eu jogar, deixar eu jogar". Eu pedia tranquilidade, mas teve uma hora que falei: "Ok, você vai entrar, mas joga pelo meio-campo para não se cansar muito", contou Tuchel em entrevista coletiva concedida no PSG na véspera da estreia do Campeonato Francês, diante do Caen, no Parque dos Príncipes.

+ Guerrero se despede com foto da torcida rubro-negra: 'Ótimo período'

No confronto, Neymar foi colocado em campo aos 30 minutos do segundo tempo no lugar de Verratti. O PSG vencia o adversário por 3 a 0, e chamou a atenção o fato do brasileiro atuar no meio-campo estando atrás dos três atacantes.

"Foi uma medida pontual por conta da necessidade de preservar o Neymar. Aberto pela esquerda requer uma intensidade maior, com mano a mano, e falei para que iria jogar por ali (meio campo) para não se cansar tanto", explicou.

Em outro momento da entrevista, Tuchel ainda foi perguntado sobre a influência de Neymar no time do PSG. Em resposta carregada de elogios, o treinador colocou o brasileiro com um líder do time.

"Vou te dizer claramente que o Neymar é meu jogador chave. Um dos melhores do mundo, artista da bola, criativo e não podemos colocar muita pressão nele. Ele é um líder, e na minha visão quando ele está contente, contagia todo mundo, controla o jogo é inspira os outros", destacou.

A entrevista de Tuchel foi leve, e o treinador preservou o PSG de críticas pela falta de reforços para a temporada -somente o goleiro Buffon foi contratado-. Embora ainda lembre de discurso passado em que cobrou a vinda de um zagueiro, um lateral direito, um lateral esquerdo e um volante.

"Não posso falar nada de mercado. Temos um último treino antes da estreia. Mas o que posso te dizer é que minha posição de mercado não mudou em nada" finalizou Tuchel. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório