Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Com Messi apagado, Argentina decepciona e leva 3 a 1 da Venezuela

O craque do Barcelona só teve três momentos de destaque nos 45 minutos iniciais

Com Messi apagado, Argentina decepciona e leva 3 a 1 da Venezuela
Notícias ao Minuto Brasil

20:12 - 22/03/19 por Estadao Conteudo

Esporte Amistoso

Em mais uma apresentação apagada de Lionel Messi pela sua seleção, a Argentina perdeu para a Venezuela por 3 a 1, nesta sexta-feira, em amistoso disputado em Madri. O camisa 10 argentino, prejudicado também pelo desempenho fraco dos seus companheiros, não foi nem sombra do craque que acumula gols e grandes atuações pelo Barcelona.

Messi não atuava pela equipe nacional desde a derrota por 4 a 3 para a França nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, em 30 de junho do ano passado, e acabou fazendo um retorno decepcionante à seleção, um dia depois de a Associação de Futebol Argentino (AFA) ter chegado a publicar um vídeo para comemorar o fato de voltar a contar com o astro representando o seu país.

A Argentina teve a iniciativa do jogo. Messi ficou como armador das jogadas, mas, bem marcado e com pouca movimentação, quase não foi visto no primeiro tempo. O craque do Barcelona só teve três momentos de destaque nos 45 minutos iniciais. Sua primeira aparição ofensiva foi aos 29 minutos, quando driblou três marcadores e cruzou na cabeça de Lautaro. A cabeçada foi boa, mas a defesa de Fariñez foi melhor.

+ Na volta de Ronaldo, Portugal para na Ucrânia nas Eliminatórias da Euro

Aos 37, Messi recebeu na direita e bateu em curva no canto direito de Fariñez, que fez mais uma grande intervenção. Já aos 42, o astro cruzou outra vez na medida para Lautaro, que errou o alvo.

Se Messi não conseguiu ser letal como é com frequência pelo Barça, o restante dos jogadores argentinos foi pior ainda. O setor defensivo foi o destaque negativo, proporcionando vários espaços para o rápido e determinado ataque venezuelano.

Logo aos 5 minutos de jogo, Rondón foi lançado, dominou a bola com categoria e bateu com precisão para abrir o placar. O gol desestabilizou o time argentino, que atuava diante de uma Venezuela que não encarou o jogo como um amistoso.

Para piorar a vida dos argentinos, Murillo fez um bonito gol aos 43 minutos para ampliar o placa, ao bater colocado, sem chance de defesa para o goleiro Armani. A Venezuela venceu a primeira etapa por 2 a 0, mas poderia ter feito pelo menos mais dois gols.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro. Um domínio de bola improdutivo por parte da Argentina, que se expunha aos contra-ataques bem armados dos venezuelanos.

Aos 13 minutos, porém, a Argentina chegou a ter um fio de esperança de que poderia reagir. Messi iniciou o contra-ataque pela direita, passou por dois adversários e descobriu Lo Celso na esquerda, que serviu para Lautaro surgir diante do goleiro e fazer o primeiro gol argentino.

Parecia que a Argentina iria se recuperar na partida, mas Messi voltou a sumir em campo e os venezuelanos aproveitaram para tocar a bola e esfriar o entusiasmo adversário. E aos 30 minutos, Foyth fez pênalti em Josef Martínez, que bateu repleto de marra e foi festejar com pose para aparecer no telão do estádio.

Messi voltou a aparecer para o público, que contou com um grande número de torcedores apoiando a Venezuela, aos 36 e aos 42 minutos, ao cobrar de forma tímida duas faltas para fora. E a Argentina ainda amargou o jogo terminando aos gritos de "olé" da torcida adversária, que festejou o resultado como se fosse uma vitória em Copa do Mundo. Com informações do Estadão Conteúdo. 

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório