Meteorologia

  • 25 JANEIRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

PM acusado de matar menina Ágatha Félix no Rio de Janeiro vira réu

Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, foi morta na comunidade da Fazendinha, Complexo do Alemão, no dia 20 de setembro

PM acusado de matar menina Ágatha Félix no Rio de Janeiro vira réu
Notícias ao Minuto Brasil

16:30 - 08/12/19 por Notícias Ao Minuto

Justiça Rio de Janeiro

A juíza Viviane Ramos de Faria, da 1ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, acatou denúncia feita pelo Ministério Público do estado (MPRJ) no último dia 3 contra o cabo da Polícia Militar Rodrigo José de Matos Soares, acusado da morte da menina Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, na comunidade da Fazendinha, Complexo do Alemão, no dia 20 de setembro.

A decisão foi proferida pela juíza no último dia 5 e tornou o PM réu na ação. O policial militar é acusado pelo crime de homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima). A juíza determinou ainda medidas cautelares, como o afastamento de Soares do patrulhamento nas ruas e a suspensão de seu porte de arma. Ele não poderá sair do Rio de Janeiro sem autorização judicial nem ter qualquer contato com testemunhas que serão ouvidas no processo.

O policial deverá ainda comparecer mensalmente na 1ª Vara Criminal do Rio.

Segundo a denúncia formulada pelo MPRJ, Ágatha estava dentro de uma kombi que fazia o transporte de passageiros naquela comunidade quando foi atingida por fragmentos de bala disparada pelo PM na tentativa de deter dois homens suspeitos. As investigações da Delegacia de Homicídios derrubaram a tese de legítima defesa apresentada pelo PM ao concluírem que não havia tiroteio no local naquele momento.

Procurada, a Polícia Militar não respondeu aos questionamento até a publicação desta matéria.

Com informações da Agência Brasil 

Campo obrigatório