Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Assustador: alimentos (viciantes) aumentam risco de câncer

A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores da Universidade de Bristol, no Reino Unido, e da Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC), que faz parte da Organização Mundial da Saúde

Assustador: alimentos (viciantes) aumentam risco de câncer
Notícias ao Minuto Brasil

15:36 - 28/05/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Lifestyle Alimentação

O consumo de alimentos ultraprocessados, como salsichas, bolachas e sorvete, é frequentemente associado ao risco de desenvolver diabetes, hipertensão, demência e obesidade. Um novo estudo publicado no European Journal of Nutrition, no entanto, revela que esse tipo de dieta também aumenta o risco de câncer na boca, garganta e esôfago.

A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores da Universidade de Bristol, no Reino Unido, e da Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC), que faz parte da Organização Mundial da Saúde. Os responsáveis analisaram a dieta e o estilo de vida de 450.111 adultos ao longo de aproximadamente 14 anos. O objetivo era descobrir se a incidência dos tumores estava relacionada com o aumento da gordura corporal.

Os dados mostram que incluir 10% a mais de alimentos ultraprocessados na dieta está associado a um risco 23% superior de câncer da cabeça e pescoço (que inclui boca, garganta e esôfago) e, especificamente, a um risco 24% maior de câncer do esôfago.

Os autores do estudo acreditam que os aditivos presentes nos ultraprocessados ajudam a explicar, parcialmente, os casos de câncer da cabeça e pescoço. Esses aditivos podem alterar o DNA das células, tornando-as mais propensas a se transformar em células cancerosas.

Outra causa possível é a presença de contaminantes nas embalagens dos alimentos ultraprocessados. Esses contaminantes podem ser liberados no alimento e entrar no corpo, aumentando o risco de câncer.

Ainda assim, os cientistas consideram que são necessários mais estudos para confirmar essas descobertas.

Recomendações

Com base nos resultados desse estudo, é recomendado limitar o consumo de alimentos ultraprocessados. A Organização Mundial da Saúde recomenda que os adultos consumam no máximo 10% de calorias diárias provenientes de alimentos ultraprocessados.

Para reduzir o consumo de alimentos ultraprocessados, é importante:

- Ler os rótulos dos alimentos e evitar os produtos que contenham muitos ingredientes artificiais.
- Preparar mais refeições em casa, com ingredientes frescos.
Consumir mais frutas, legumes e verduras.

A adoção dessas medidas pode ajudar a reduzir o risco de câncer e de outras doenças crônicas.

Leia Também: Adolescência: Como sobreviver à difícil fase dos filhos sem enlouquecer!

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório