Meteorologia

  • 06 MAIO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

"Não queria que ela morresse". Menino de 7 anos salva irmã das chamas

Casa da família norte-americana acabou totalmente 'engolida' pelo fogo

"Não queria que ela morresse". Menino de 7 anos salva irmã das chamas

Eli tem apenas sete anos mas é já um herói. O menino salvou a vida da sua irmã Erin, de apenas 22 meses, quando a casa em que ambos viviam com os pais estava sendo consumida pelas chamas. A história é contada pela CNN.

Tudo aconteceu no último dia 8 de dezembro, emNew Tazewell, Tennessee, Estados Unidos, após os pais - Chris e Nicole Davidson - terem dado o jantar aos três filhos e os terem colocado nas respectivas camas. Horas depois, a mãe acordou com um intenso cheiro queimado, percebendo que a casa estava em chamas.

Então, o casal conseguiu salvar Elijah e Eli - que foi adotado há quase um ano -, mas o quarto onde Erin dormia estava "cercado pelo fogo". O pai explicou ao canal que "a fumaça e o fogo eram tão densos" que não havia forma de conseguir chegar até a menina.

"Fomos para fora da casa para a tentarmos tirar pela janela mas não havia nada em que eu conseguisse me apoiar. Peguei no Eli que passou pela janela e conseguiu tirá-la do berço", contou Chris.

Se não fosse Eli, a sua irmã poderia não ter sobrevivido uma vez que, quando os bombeiros chegaram ao local, a casa já estava a ser 'engolida' pelas chamas. "Pensava que não ia conseguir mas depois disse ao meu pai que já a tinha [a irmã]. Tive medo, mas não queria que a minha irmã morresse", desabafou à CNN.

Agora, Nicole e Chris - que já acolheram 34 crianças - estão vivendo em casa de familiares. Foi criada uma página de angariação de fundos para os ajudar a reconstruir as suas vidas.

Leia Também: Lutador Jon Huber morre aos 41 anos por problema pulmonar

Campo obrigatório