Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

O que disse o NY Times sobre a morte da advogada Tatiane no Paraná

O crime que abalou o Brasil na última semana repercutiu no jornal norte-americano, um dos mais importantes do mundo

O que disse o NY Times sobre a morte da advogada Tatiane no Paraná
Notícias ao Minuto Brasil

12:28 - 08/08/18 por Notícias Ao Minuto

Mundo REPERCUSSÃO

O New York Times, um dos jornais mais importantes do mundo, publicou um artigo sobre a morte da advogada Tatiane Spitzer, que teria sido jogada pelo marido, Luís Felipe Manvailer, do quarto andar do prédio em que o casal morava em Guarapuava, no Paraná, após ser duramente agredida por ele.

O diário norte-americano classificou as cenas de violência doméstica captadas por câmeras de segurança do edifício como “horripilantes”.

“Um homem bate e chuta sua esposa na garagem de seu prédio. Ela tenta fugir, mas ele a força para o elevador. Eles vão para o seu apartamento no quinto andar. Menos de 20 minutos depois, ele pega o elevador de volta - para buscar seu corpo sangrento e sem vida, que despencou para a calçada abaixo”, relata o jornal para seus leitores mundo afora.

“Um dos aspectos mais chocantes dos vídeos é o que os espectadores não conseguem ver: os 15 minutos em que os combates e espancamentos continuaram e os vizinhos ouviram gritos desesperados por ajuda”, acrescenta o jornal, que também cita a necessidade de intervenção em brigas entre marido e mulher.

“A visão gráfica e explícita de como a violência doméstica realmente se parece está desafiando a noção generalizada de que você não deve “enfiar uma colher” em disputas conjugais”.

O NY ressalta que o crime desencadeou um debate nacional no Brasil acerca da violência doméstica, destacando que um terço das mulheres diz ter sofrido violência no nosso país por parte de parceiros, segundo uma pesquisa realizada em 2017.

Leia mais sobre o caso:

Marido ‘escravizava’ advogada morta e a tratava por apelidos horríveis

Professor acusado de matar advogada tentou se matar, diz penitenciária

Vídeos mostram agressões a advogada que teria caído do 4º andar

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório