Meteorologia

  • 18 MARçO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Se decidir ir a julgamento no TRF-4, Lula não poderá se manifestar

Presença do ex-presidente em Porto Alegre ainda é incerta, embora ato com a participação dele esteja confirmado para ocorrer em São Paulo, no mesmo dia

Se decidir ir a julgamento no TRF-4, Lula não poderá se manifestar
Notícias ao Minuto Brasil

11:21 - 16/01/18 por Notícias Ao Minuto

Política Expectativa

O julgamento da apelação criminal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra condenação a 9 anos e meio de prisão em primeira instância, iniciará às 8h30 do próximo dia 24, na sala de sessão da 8ª Turma, na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre (RS). 

A sessão de julgamento é pública. No entanto, em função das limitações de espaço físico e por questões de segurança, o acesso à sala de sessão será restrito às partes envolvidas no processo e seus advogados, não sendo possível a presença no local de público externo, jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas e técnicos.

Até o momento, a defesa de Lula não confirmou se o ex-presidente estará presente. Em caso afirmativo, ele não poderá se manifestar e deve permanecer em silêncio. Apenas seus advogados podem falar.

+ Lula viajará à Etiópia dois dias após julgamento no TRF-4

Porém, tudo indica que o petista não comparecerá ao julgamento, já que um grande ato, com a presença dele, está confirmado e deve ocorrer em São Paulo, na tarde do mesmo dia, de acordo com informações do portal Uol.

Cerca de 40 políticos pediram ao presidente do TRF-4, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, para assistir ao julgamento de Lula, e ele garantiu que acomodará os parlamentares em uma outra sala do tribunal, onde poderão assistir ao julgamento em um telão.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório