Meteorologia

  • 19 JULHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Damares Alves: o que pensa a ministra dos Direitos Humanos de Bolsonaro

Relembre algumas das declarações da futura ministra

Damares Alves: o que pensa a ministra dos Direitos Humanos de Bolsonaro
Notícias ao Minuto Brasil

08:09 - 12/12/18 por Notícias Ao Minuto

Política declarações

Atualmente atuando como assessora parlamentar do senador Magno Malta, Damares Alves foi anunciada por Jair Bolsonaro para comandar o ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos no próximo governo. De opiniões fortes, Damares causa polêmica desde antes de sua nomeação à pasta. Saiba o que pensa a futura ministra sobre diversos fatores.

ABORTO

Damares defende a aprovação do Estatuto do Nascituro, que prevê o fornecimento de bolsas a mulheres que engravidaram após estupro, mas que decidem prosseguir com a gravidez. Ela também trabalha pela inclusão no estatuto de uma lei que classifique o aborto como crime hediondo. "Nós vamos estabelecer políticas públicas para o bebê na barriga da mãe nesta nação".

+ Quebra de sigilo é essencial à investigação contra amigo de Bolsonaro

“Eu sou contra o aborto. Nenhuma mulher quer abortar. Elas chegam até o aborto porque, possivelmente, não foi lhe dada nenhuma outra opção. A mulher aborta acreditando que está desengravindando, mas não está”, disse à Folha de S. Paulo.

RELIGIÃO

Em vídeo disponível no Youtube, gravado em 2016, Damares diz que chegou a hora de "a igreja ocupar a nação, o momento de a igreja dizer a que viemos. É o momento de a igreja governar". E prosseguiu: "Só há um lugar seguro em que o seu filho está protegido nesta nação. É o templo, é a igreja, é ao lado do seu sacerdote".

LGBT

Ao jornal O Globo, Damares disse ser essencial ter um diálogo com travestis que se prostituem. "Será que está lá por opção, ou porque não ingressam no mercado de trabalho? Gostaria muito de conversar sobre isso. Tenho encontrado travestis dotados de uma inteligência extraordinária e com o corpo machucado. O corpo na rua sendo machucado. Será que não está na hora de a gente começar a ver esse ser, que foi por tantos anos discriminado, e se perguntar: por que para o travesti sobra só a prostituição? Por que só esse caminho, por que não trazer eles para as universidades?”.

+ Depósitos a ex-assessor ocorreram em dias de pagamento da Alerj

“Falam que os religiosos são homofóbicos, mas não tem um crente, um evangélico na cadeia preso porque matou um homossexual. Quem há anos está nas ruas acolhendo os homossexuais dessa nação são os evangélicos (…) O movimento gay é um movimento partidário, ideológico e político e eles estão dispostos a enfrentar todas as outras instituições que são contrárias ao que eles pensam”.

IDEOLOGIA DE GÊNERO

“Eu tenho uma posição muito forte em relação à teoria de gênero. É uma teoria furada, sem nenhuma comprovação científica. Mas homens e mulheres não são iguais. E isso eu tenho certeza. Mulher é mulher, homem é homem. É muito ruim dizer que somos iguais, porque eu não consigo carregar um saco de cimento nas costas, e o homem que está do meu lado não consegue fazer todas as coisas que eu faço ao mesmo tempo.”

“Quando a teoria de gênero vai para a sala de aula e diz que todos são iguais e que não tem diferença entre menino e menina, as meninas podem levar porrada, porque são iguais aos meninos. Somos frágeis, mas somos muito especiais, fazemos coisas que eles não conseguem fazer.”

Campo obrigatório