Meteorologia

  • 24 JUNHO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Surfistas e banhistas burlam proibição de frequentar praias no Rio de Janeiro

Na região, a ação de fiscalização da prefeitura tentava retirar da areia e até do mar diversos praticantes do esporte

Surfistas e banhistas burlam proibição de frequentar praias no Rio de Janeiro
Notícias ao Minuto Brasil

15:00 - 20/03/21 por Folhapress

Brasil Pandemia

Apesar da proibição de banho de mar no Rio de Janeiro, alguns banhistas e surfistas foram flagrados nas praias da Barra da Tijuca e do Recreio, na zona oeste da cidade, na manhã deste sábado (20). A maioria da população, no entanto, respeitou a regra.

Na região, a ação de fiscalização da prefeitura tentava retirar da areia e até do mar diversos praticantes do esporte. As medidas de restrições tentam conter o avanço da Covid-19 na cidade.
"A estratégia da Secretaria de Ordem Pública é ocupar previamente os pontos de acessos às praias. Na faixa de areia, são mais de 70 quilômetros de fiscalização necessária. Além da ocupação, também fazemos o patrulhamento. Neste ponto específico do Posto 12, no Recreio, o patrulhamento detectou a presença dessas pessoas de forma indevida", disse o secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

De acordo com Carnevale, os surfistas foram orientados pela fiscalização a saírem das praias e respeitaram o pedido dos agentes:

"Algumas pessoas foram multadas. O saldo [da fiscalização] foi positivo. A gente tem um dia de sol no final de semana no Rio de Janeiro, mas praias estão vazias e as pessoas estão contribuindo. A Guarda Municipal já na madrugada ocupou os principais acessos. Está aplicando multas e contando com a colaboração das pessoas".

Enquanto os surfistas e banhistas burlavam as regras na zona oeste, as praias de Ipanema, Leme, Copacabana e Leblon permaneceram vazias ao longo da manhã deste sábado. Quem desrespeitar as regras e for para a areia está sujeito à multa de R$ 562,42.

O decreto da Prefeitura do Rio, publicado na sexta-feira (19) no Diário Oficial, determina o fechamento das praias cariocas. As novas medidas começaram a valer às 0h deste sábado e valem apenas para este fim de semana. No entanto, o prefeito Eduardo Paes (DEM) não descarta a hipótese de medidas mais severas a partir do início da próxima semana.

Em sua conta numa rede social, na manhã deste sábado, o prefeito Eduardo Paes relatou o momento de tensão que o Rio de Janeiro está vivendo.

"Aqui temos uma situação atípica: muitos leitos e infelizmente boa parte deles (especialmente na rede federal) desativados. Na rede municipal já estamos perto de 100% dos leitos existentes abertos para UTI de Covid-19.".

Paes também voltou a criticar a estratégia de abertura dos hospitais de campanha. "Hospitais de campanha só serviram para -quando funcionaram- consumir recursos públicos desnecessariamente e/ou muita corrupção, como podemos observar em várias situações", escreveu o prefeito nas redes sociais.

Campo obrigatório