Prefeito de Chapecó desistiu de viagem em avião da Chapecoense

Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina também foi convidado para a viagem

© Reprodução / Blog do Prisco
Brasil Santa catarina 07:47 - 29/11/16 POR Notícias Ao Minuto

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, e o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Gelson Merisio, estavam na lista de convidados para viajar com o time da Chapecoense para Medellín, na Colômbia. O avião teve uma falha elétrica que levou à queda da aeronave na madrugada desta terça-feira (29). De acordo com autoridades locais, 76 pessoas morreram.

PUB

De acordo com informações do jornal Zero Hora, Merisio desistiu da viagem de última hora por causa de um compromisso na Assembleia. Já Buligon chegou a embarcou a São Paulo na manhã da segunda-feira, participou de um corso e seguiria para a Colômbia pela tarde, em um voo diferente.

Buligon visitou a delegação do time antes do embarque, em Garulhos. Ainda segundo o jornal, o avião fretado para levar o time, da companhia Lamia, não havia sido autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para fazer o trajeto entre Brasil e Colômbia. A agência defendia que o voo deveria ser feito por companhia brasileira ou colombiana. A empresa contratada é venezuelana.

"Tive que ficar aqui em São Paulo para um curso, mas fui até a delegação desejar boa sorte e me despedir de todos. Falei com o presidente a respeito do voo de volta. Era um desejo do time voltar direto para Chapecó", disse o prefeito.

LEIA TAMBÉM: Chapecoense emite nota oficial sobre acidente nas redes sociais

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X