Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Mônica Martelli trata da crise conjugal em sequência

Em 2005, atriz estreou numa salinha de 80 lugares, no Rio, um monólogo despretensioso, "Os Homens São de Marte... E É pra Lá que Eu Vou", que se provou um sucesso

Mônica Martelli trata da crise conjugal em sequência
Notícias ao Minuto Brasil

08:34 - 17/08/18 por Folhapress

Cultura TEATRO

Para Mônica Martelli, não existe cotidiano que não renda uma boa história. Em seu apartamento na região paulistana dos Jardins, a atriz comenta que não pode mais voltar da academia passando pela rua Oscar Freire. "Gastei tudo o que tenho no banco, não tenho maturidade pra isso", ri ela, já pensando no assunto para seu próximo Stories -ferramenta do Instagram, em que a atriz contabiliza 700 mil seguidores.

+ Marisa Monte diz que Tribalistas usam 'processo artesanal' para compor

É de seu cotidiano que Martelli, 50, partiu para reinventar a carreira. A atriz passou anos em papéis secundários na TV, como a tartaruga do infantil "Caça Talentos" ou a secretária Paula da novela "Por Amor", que sempre tinha a mesma fala: "Dr. Arnaldo, Dona Branca na linha C". Em 2005, estreou numa salinha de 80 lugares, no Rio, um monólogo despretensioso, "Os Homens São de Marte... E É pra Lá que Eu Vou", que se provou um sucesso.

A peça teve 2,5 milhões de espectadores, virou filme e série de TV e ganhou sequência, "Minha Vida em Marte", que estreia nesta sexta (17) em São Paulo, dirigido por Susana Garcia, irmã da atriz. Se no primeiro espetáculo a protagonista Fernanda, alter ego de Martelli, falava da solteirice aos 30, agora ela tem 45 anos, já tem filhos e enfrenta uma crise conjugal.

Como de praxe, a atriz se baseia na própria vida. "Tudo tem de mim,minhas tristezas, alegrias, idealizações", conta ela, que, para a nova peça, se baseou no fim de seu casamento com o produtor musical Jerry Marques. O impulso para pôr de pé "Os Homens São de Marte..." veio da mãe, Marilene Garcia, "feminista, maravilhosa", como define a filha -primeira mulher eleita vereadora de Macaé (RJ), em 1982, Marilene levava um pinico à Câmara para protestar contra a falta de banheiro feminino ali.

"Ela me falou: 'Minha filha, o que que você está esperando? Que o mundo olhe pra você? Pega um caixote, vai pra praça, fala seu texto pro mundo'", lembra Martelli. A atriz diz ainda ter muito a dizer: já tem uma versão em filme de "Minha Vida em Marte", que estreia em 27 de dezembro, com Paulo Gustavo e Marcos Palmeira no elenco. E depois pretende criar um terceiro monólogo e começar um canal no YouTube sobre relacionamentos. Com informações da Folhapress.

Campanha do Notícias ao Minuto dá iPhone X de R$ 7.799; participe

MINHA VIDA EM MARTE

ONDE Teatro Procópio Ferreira, r. Augusta, 2.823

QUANDO Sex.: 21h30. Sáb.: 21h. Dom.:18h. Até 22/12

QUANTO Ing.: R$ 100 a R$ 120. 14 anos

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório