Guilherme Fontes prepara novo filme e diz: “para sair rápido”

O filme ainda não tem elenco definido, mas Guilherme diz que, nem de longe, vai demorar tanto tempo para sair quanto Chatô, que levou 20 anos

© Reprodução / Youtube
Fama Cinema 11:00 - 22/10/16 POR Notícias Ao Minuto

Depois de, finalmente, consagrado por “Chatô”, vencedor de cinco estatuetas no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, Guilherme Fontes mira agora no mercado de filmes de terror. Intitulado “Nem Morto”, o filme ainda não tem elenco definido, mas Guilherme diz que, nem de longe, vai demorar tanto tempo para sair quanto Chatô, que levou 20 anos. “Vai ser um filme de terror e humor negro bem simples, que a gente pode chamar de comercial, para sair rápido. Depois vou fazer outro mais complexo, que ainda não sei se vai ser em forma de série ou de filme, sobre o futuro da religião”, conta. "A religião está cada vez mais submetendo o povo, cada vez mais protestante e cada vez mais próxima do poder”.

PUB

Sobre as dificuldades de Chatô, ele explica. “Quando eu resolvi fazer o filme eu tinha 51 dólares no bolso, muito pouco para um projeto de 2 milhões. Eu estava numa época de fossa, de amor perdido e queria arranjar uma coisa maior naquele momento. Foi uma aventura e eu não medi o fato de que talvez não conseguisse o dinheiro na hora certa. E ficou uma lição: jamais comece uma obra sem ter todos os recursos. Mas eu teria mantido todas as decisões artísticas, profissionais e políticas. Eu dependia do estado e o estado me traiu. Você precisa saber muito bem em quem confiar no Brasil. O Brasil definitivamente não é para principiantes”.

Passadas todas as dificuldades, ele está feliz com o resultado. “Sofri, sofri, e no final me dei bem, mas a caravana roda, e as coisas voltam pro lugar. Elas podem começar mal e acabar bem, assim como podem começar bem e acabar mal”, filosofou.

O ator e diretor diz ainda que muitos críticos ferrenhos do projeto acabaram por parabeniza-lo, segundo informa o Extra. “Teve até um grande dirigente do setor que me disse outro dia: ‘torci tanto por você, fiquei tão feliz com esse desfecho’. Isso é falso, esse ser humano me fez perder dez anos da minha vida. Mas eu fiz cara de paisagem, tenho mais o que fazer", desabafa.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X