Meteorologia

  • 22 AGOSTO 2017
Tempo
28º
MIN 28º MÁX 28º

Edição

Bando armado assalta carga de cigarros e atira em helicóptero da PRF

Os criminosos tentavam assaltar um caminhão, quando foram surpreendidos por policiais. Eles se esconderam em uma mata próxima a via e fizeram disparos

Bando armado assalta carga de cigarros e atira em helicóptero da PRF

Notícias ao Minuto Brasil

14:51 - 17/02/17 por Estadao Conteudo

Justiça Rio de Janeiro

Um tiroteio entre assaltantes e policiais militares fechou o Arco Metropolitano, autoestrada na Região Metropolitana do Rio, na altura de Japeri, na manhã desta sexta-feira, 17. Os criminosos tentavam assaltar um caminhão, quando foram surpreendidos por policiais. O grupo, com cerca de 15 pessoas, se escondeu em uma mata próxima à via e fez disparos contra os policiais.

A Polícia Militar solicitou ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para capturar os criminosos, além do reforço de dois helicópteros.

Às 11h39, os criminosos começaram a fazer disparos da mata contra a aeronave PRF. Até às 11h45 o arco continuava fechado. Ninguém havia sido preso. O caminhão com a carga foi recuperado pelos policiais.

Na ação, o bando armado matou um vigilante que fazia a escolta da carga do caminhão, avaliada em R$ 1,5 milhão.

A Federação das Indústrias do Estado de Rio de Janeiro (Firjan) divulgou um estudo, nesta quinta-feira, 17, que mostrou que o Rio registrou cerca de 10 mil casos de roubos de cargas em 2016, o equivalente um prejuízo de R$ 619 milhões. Os dados são do estudo "O impacto econômico do roubo de cargas no estado do Rio de Janeiro".

Segundo a Firjan, as áreas que concentraram as ocorrências têm registros de atuação do crime organizado, principalmente de tráfico de drogas. Só a Região Metropolitana concentrou 94,8% dos roubos.

Ainda segundo o estudo, de 2011 a 2016, o Estado do Rio contabilizou mais de 33,2 mil ocorrências de roubos de carga, o equivalente a um episódio a cada 1 hora e 35 minutos. O resultado significa um salto de 220,9% no total desse tipo de crime no período, com prejuízo acumulado de R$ 2,1 bilhões.

Campo obrigatório