Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Caso Daniel: apresentador do SBT é acusado de divulgar fake news

A defesa da família Brittes entende que a reputação de Cristiana Brittes ficou prejudicada após o jornalista divulgar informações inverídicas

Caso Daniel: apresentador do SBT é acusado de divulgar fake news
Notícias ao Minuto Brasil

13:12 - 17/01/19 por Notícias Ao Minuto

Justiça processo

O jornalista Eleandro Passaia - âncora do Tribuna da Massa, do SBT Paraná - será chamado a depor como testemunha no processo sobre o crime cometido pela família Brittes contra o jogador Daniel Corrêa, assassinado no dia 27 de outubro de 2018, após participar de uma festa.

A defesa da família Brittes entende que a reputação de Cristiana Brittes ficou prejudicada após o jornalista divulgar informações inverídicas que falavam relacionavam swing e voyeurismo com o assassinato.

Caso Daniel: delegado conclui inquérito e chama Juninho de 'psicopata'

Segundo o UOL, o advogado Claudio Dalledone Júnior reclama o jornalista Eleandro Passaia publicou reportagens sem confirmação da veracidade, que teriam demonizado Edison Brittes, também conhecido como Juninho Riqueza; a mulher dele, Cristiana Brittes; e a filha do casal, Allana Brittes.

A Rede Massa, emissora que retransmite o SBT no Paraná, divulgou uma nota afirmando que as reportagens sobre o caso Daniel "foram baseadas em fatos, fontes idôneas e/ou simplesmente reverberam notícias já publicadas". O texto acrescenta que ofereceu espaço para a defesa da família Brittes se manifestar e nega ter levado ao ar fatos que soubesse ser inverídicos.

"A Rede Massa refuta, por fim, a alegação que tenha veiculado fatos sabidamente inverídicos com o intuito de prejudicar quaisquer dos membros da família Brittes", menciona um trecho da nota.

Além disso, a defea da família argumenta menciona uma notícia do Tribuna da Massa de que Allana teria passagem por falsidade ideológica e estelionato ao tentar abrir uma conta bancária com documentos falsos.

Dalledone argumenta que reportagens falsas fazem a opinião pública se voltar contra os clientes e isto pressiona os tribunais a condenar a família Brittes.

Leia também: Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017, mais de 63 mil casos

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório