Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Cálculos na vesícula: beber apenas água é suficiente?

Entenda melhor o que causa o cálculo biliar, seus sintomas, e se é possível prevenir

Cálculos na vesícula: beber apenas água é suficiente?
Notícias ao Minuto Brasil

15:00 - 16/04/24 por Rafael Damas

Lifestyle Saúde

Você sabia que a dor intensa no lado direito do abdômen pode ser um sinal de pedra na vesícula? A pedra na vesícula, ou cálculo biliar, é um problema que afeta a saúde de milhões de pessoas em todo o mundo. Caracterizada pela formação de pequenas "pedras" dentro da vesícula biliar, um órgão localizado no abdômen, essa condição pode ser dolorosa e prejudicar a qualidade de vida do paciente.

Segundo o Dr. Lucas Nacif, Cirurgião Gastrointestinal e membro titular do colégio brasileiro de cirurgia digestiva (CBCD), a vesícula biliar, um órgão em forma de saco, com dimensões de sete a 15 centímetros, reside próximo ao fígado e tem a função de armazenar bile. Após as refeições, ela libera a bile para os canais biliares, que a conduzem ao duodeno, o início do intestino delgado. A bile desempenha um papel fundamental na digestão, especialmente na quebra das gorduras dos alimentos.

“Quando não tratada, pode causar inflamação e complicações graves”, alerta Nacif. E que destaca: “Só beber água não basta. Embora a hidratação adequada possa ajudar a diluir a bile e reduzir o risco de formação de cálculos, outros aspectos da dieta, como o consumo moderado de gorduras saturadas e colesterol, bem como a ingestão adequada de fibras, também desempenham um papel importante”.

Mas como eles se formam?

Os cálculos biliares se formam devido ao desequilíbrio dos componentes da bile, particularmente o colesterol e os sais biliares. Vários fatores aumentam o risco de desenvolver cálculos biliares. Alguns, como obesidade e níveis elevados de colesterol. Por outro lado, a idade avançada, o sexo feminino e a história de gestações são fatores que contribuem para o surgimento desses cálculos.

De acordo com o médico, entre os sintomas estão as dores intensas, vômito, calafrio, febre e icterícia (pele e olhos amarelados). “Inicialmente, algumas pessoas podem não apresentar sintomas, porém, ao longo do tempo, podem começar a experimentar complicações na digestão ou desconforto após consumir refeições mais ricas em gorduras ou carboidratos, como massas”, pontua.

A remoção do cálculo é a única forma de tratar

Nacif explica que é possível prevenir e lidar com os cálculos biliares. Como por exemplo, manter um peso saudável, seguir uma dieta rica em fibras e pobre em gorduras saturadas, bem como a prática regular de exercícios físicos e sempre se manter hidratado.

Contudo, ele reforça: “É importante ressaltar que, embora medidas comportamentais, como mudanças na dieta e uso de medicamentos, possam ser eficazes no tratamento das pedras na vesícula, a cirurgia ainda é a opção mais comum e eficiente. Existem diferentes técnicas cirúrgicas disponíveis, e o médico poderá recomendar a mais adequada para cada caso”, conclui o cirurgião gastrointestinal.

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório