Projeto Verão 2016: Ainda dá tempo?

A corrida contra o tempo para conquistar um corpo bonito já começou nas academias

© DR
Lifestyle EM FORMA 11:59 - 29/11/16 POR Notícias Ao Minuto

Já estamos no fim de novembro e a época mais quente do ano se aproxima cada vez mais rápido! Falta pouco menos de um mês para a chegada do verão e a preocupação em estar com o corpo em forma só cresce, já que agora a corrida é contra o tempo. A principal meta, principalmente das mulheres, é emagrecer; já para os homens, pode-se dizer que ganhar massa e músculos é o principal desejo para se chegar ao fim do ano com tudo.

PUB

De acordo com a gerente de ginástica da Companhia Athletica Curitiba, Juliana Staub essa é a época do ano em que o movimento da academia aumenta consideravelmente e as pessoas passam a se preocupar mais com a prática física. “A partir do mês de outubro vemos mais alunos passando mais tempo na academia, fazendo mais aulas e com mais frequência. É visível o aumento do movimento e também do número de alunos; muitos começam a fazer academia próximo do fim do ano justamente com o objetivo de garantir a boa forma para o verão”, explica Staub.

E o que dá para fazer em pouco tempo? Quais são as práticas físicas e as dietas saudáveis para se conquistar o tão sonhado corpo esbelto? Segundo o professor da Companhia Athletica, Marcelo Kaminsky mudar o corpo e emagrecer em pouco tempo é possível sim. “É preciso ter disciplina e foco no objetivo. Manter uma regularidade na alimentação saudável e na prática de exercícios físicos é fundamental para o processo de emagrecimento”, afirma. Na sua opinião, o primeiro passo para a mudança é criar um projeto que se adapte a realidade de cada um. “Não adianta nada copiar a dieta da amiga ou de alguém famoso; cada metabolismo funciona de uma maneira e cada corpo responde a diferentes estímulos de um jeito; para isso é preciso procurar uma nutricionista.” Para ele, a dica é encontrar o exercício que mais combina com o estilo de vida e a rotina da pessoa. “Precisa ser algo que não seja obrigação e sim, um prazer; assim aquela atividade se torna uma rotina e acaba entrando na vida da pessoa para o ano todo”.

Para quem não pratica atividades físicas e quer deixar o sedentarismo de lado, o professor dá algumas dicas para o tão sonhado “projeto verão”

1º. Faça um exame médico: antes de dar início a qualquer tipo de atividade física, é preciso ir ao médico. “A primeira orientação é examinar o seu estado de saúde, pois ao praticar qualquer exercício você irá forçar o seu limite; e se houver restrições, você e o seu professor ou personal trainer precisam estar cientes”.

2º. Faça uma avaliação física: a avaliação serve para mapear a atual condição física do atleta e avaliar indicadores como resistência, força, flexibilidade, postura, frequência de treino, entre outros. “Com o resultado em mãos, o professor terá embasamento para montar a periodização do seu treino e você poderá ver sua evolução refazendo a avaliação depois de um período”.

3º. Alimentação: procurar uma nutricionista é imprescindível para quem quer aderir ao projeto verão com resultados. “Buscar adequar a alimentação, ter disciplina e força de vontade, com o objetivo do treino, é muito importante; a distância entre o atleta e seu objetivo irá diminuir com essa atitude.”

4º. Foco: manter um foco é outro item indispensável. “O foco no treino aliado a disciplina é o que fará o atleta não desistir e conseguir chegar aos resultados”.

E para emagrecer, algumas aulas e tipos de exercícios são mais eficazes. Para o professor, atualmente existem muitas opções de aulas dentro das academias que facilitam o processo de emagrecimento. Para ele, escolher a modalidade que mais se encaixa com o perfil de cada um e seu objetivo é o melhor caminho. “Modalidades que trabalham com exercícios em que muitos grupos musculares são envolvidos, em um mesmo movimento, e que geram uma intensidade maior, são mais eficientes. Corridas intervaladas, aulas em formato de circuito como o Class Hiit, o Hopping ou o Spinning são alguns dos exemplos”.

Após ser definida a rotina de exercícios e idas às academia, alguns cuidados devem ser tomados. A frequência semanal de cada modalidade e exercício, o tempo de cada atividade e a quantidade de horas que cada um deve ficar na academia, são cuidados que devem ser levados em conta. “Exageros e excessos podem levar a lesões e atrapalhar no quesito emagrecimento e/ou hipertrofia. A dica é não fazer tudo no mesmo dia, distribuir as atividades de forma coerente ao longo da semana e ter no mínimo um ou dois dias para descansar o corpo. O descanso também é fundamental para recuperar e ter evolução nos treinos” finaliza.

E quando se fala em dietas para emagrecer em pouco tempo, a nutricionista da Companhia Athletica Melissa Santos, alerta: “a reeducação alimentar sempre é o caminho mais saudável”. Segundo a profissional, dietas milagrosas normalmente são carregadas de deficiências nutricionais que podem causar fraqueza, fadiga, dores de cabeça, insônia e mal estar; e em longo prazo podem trazer desequilíbrios para o organismo.

A dica é cuidar dos alimentos que fazem parte do cardápio diário. Farinhas refinadas, açúcar, frituras, refrigerantes, fast foods, comidas industrializadas, excesso de carne vermelha e embutidos devem ser deixados de lado. Antes dos exercícios o ideal é ingerir carboidratos como frutas, tubérculos (mandioca, batata doce, salsa, inhame) e cereais; e após a realização das atividades as proteínas são as melhores opções (carnes magras, peixes, omeletes e iogurtes magros).

Naqueles dias em que se perde o controle ou nos fins de semana em que se passa da “cota”, segundo a nutricionista, pode se fazer um dia de desintoxicação. “Para ninguém escorregar muito, o ideal seriam duas refeições livres durante toda a semana, incluindo fins de semana. Dessa forma, se tem mais equilíbrio e o corpo consegue chegar ao resultado desejado”, explica.

Leia também: Confira os peixes mais saudáveis por terem menos mercúrio

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X