Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Entenda os efeitos do uso de anabolizantes para o coração

Estima-se que no Brasil sejam quase 7 milhões de usuários, em sua maioria jovens adultos

Entenda os efeitos do uso de anabolizantes para o coração
Notícias ao Minuto Brasil

16:01 - 09/01/19 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle COMPLICAÇÕES

Com a chegada do verão e os preparativos para o carnaval 2019, a obsessão pelo “corpo perfeito” aumenta e alguns recorrem aos esteroides anabólico-androgênicos, também conhecidos como anabolizantes, para obter resultados rápidos na forma física, como aumento de massa muscular, queima de gordura corporal e melhora do desempenho. Estima-se que no Brasil sejam quase 7 milhões de usuários. Para o cirurgião cardiovascular, Dr. Marcelo Sobral, a questão já se tornou um problema de saúde pública, principalmente porque os usuários são cada vez mais jovens e costumam consumir essas substâncias sem o acompanhamento médico devido.

+ 5 sinais precoces de câncer que você provavelmente desconhece

“Esses anabolizantes são um grupo de compostos naturais e sintéticos, formados pela testosterona e seus derivados, que quando consumidos periodicamente podem causar sérias alterações cardiovasculares, psiquiátricas, metabólicas, endócrinas, neurológicas, hepáticas, renais e musculares”, conta Sobral.

Segundo o especialista, o sistema cardiovascular pode apresentar problemas após um mês do uso dessas substâncias, como: hipertrofia cardíaca, perda da força de contração muscular do coração, às vezes de maneira irreversível, levando a uma insuficiência cardíaca, além de promover a elevação da pressão arterial, alterações nas paredes dos vasos sanguíneos e no metabolismo dos triglicérides.

“O uso contínuo destas substâncias, sem indicação clínica e sem a ingestão adequada de líquidos, ainda pode causar falhas renais. Além disso, seu consumo pode resultar no desequilíbrio dos mecanismos metabólicos, como o de coagulação do sangue, aumentando o risco de trombose e em alterações no fígado, levando a elevação do colesterol ruim (LDL) e diminuição do colesterol bom (HDL)”, explica o cirurgião.

Mesmo não existindo comprovações científicas dos efeitos dessas sustâncias nas células neurais, especialistas afirmam que eles podem afetar o sistema nervoso gerando comportamento agressivo, irritabilidade, depressão, crises de ansiedade, além de distúrbios alimentares.

Para Sobral, a forma mais saudável de se conseguir um corpo forte e de alto rendimento para o período de carnaval é sempre optar pelo mais seguro. "A alimentação é um dos principais fatores que influenciam na nossa massa corporal. Siga uma dieta personalizada, busque profissionais que ofereçam um treino adequado para que você garanta o corpo dos seus sonhos. Mas lembre-se, cuidar da aparência sem pensar na saúde do seu corpo é andar na contra-mão.", conclui o cirurgião.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório