Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Três australianos detidos no Irão são acusados de espionagem

Dois dos australianos estão a ser processados por tirar "fotos a instalações militares" e o terceiro por "espionagem em benefício de um país terceiro"

Três australianos detidos no Irão são acusados de espionagem
Notícias ao Minuto Brasil

09:10 - 17/09/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Irão

Três australianos detidos no Irão foram acusados de "espionagem", divulgou hoje a agência de notícias iraniana Tasnim, citando o porta-voz da Autoridade Judicial iraniana, Gholamhossein Esmaili.

Dois dos australianos estão a ser processados por tirar "fotos a instalações militares" e o terceiro por "espionagem em benefício de um país terceiro", segundo o Tasnim, que não especificou o nome dos detidos.

A agência acrescenta que os australianos estão abrangidos por dois processos diferentes e que os três aguardam julgamento.

Camberra já havia revelado, na semana passada, a detenção de três australianos no Irão.

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Austrália disse, a 12 de setembro, que Camberra está a pressionar o Irão a libertar os três australianos detidos em Teerão rejeitando que o caso esteja relacionado com a crise entre a República Islâmica e o "Ocidente".

A chefe da diplomacia de Camberra, Marise Payne, disse no Senado que abordou "várias vezes" o assunto da detenção das duas mulheres anglo-australianas e de um australiano com o homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif.

Dois dos detidos, residentes em Perth, Austrália, foram identificados como um casal de viajantes, Jolie King et Mark Firkin, originários de Perth.

A terceira será uma acadêmica, Kylie Moore-Gilbert, especializada am política do Médio Oriente, particularmente em política iraniana.

Esta australiana estará detida há "vários meses" e a sua detenção não estará relacionada com a dos outros dois compatriotas.

Campo obrigatório