Comissária conta que luzes do avião se apagaram antes da queda

A boliviana publicou nesta quarta-feira (30) uma foto com colegas de trabalho

© Reprodução / Facebook
Mundo chapecoense 09:39 - 30/11/16 POR Notícias Ao Minuto

Ximena Suárez Otterburg foi a única mulher a sobreviver ao acidente com o avião da Lamia que levava a equipe da Chapecoense para a Colômbia. Nesta quarta-feira (30), a comissária publicou uma foto com amigos do trabalho, onde aparece ao lado do piloto Miguel Quiroga, do assistente de voo Romel Vacaflores e de Sisy Arias.

PUB

Amigos de Ximena escreveram mensagens carinhosas, afirmando que ela foi abençoada por sobreviver à tragédia que matou 71 pessoas. Os jogadores Alan Ruschel, Follmann e Neto; o boliviano Erwin Tumiri e o jornalista brasileiro Rafael Henzel também não perderam a vida no acidente.

No hospital, a assistente de bordo contou ao governador de Antioquia, Luis Pérez, que as luzes do avião se apagaram repentinamente no trajeto até Medellín. Segundo o político colombiano, este é o único depoimento que existe até o momento sobre o acidente, informa o Extra.

"O pouco que ela falou foi que as luzes começaram a se apagar repentinamente e que 40 ou 50 segundos depois sentiu a pancada. Ela se lembra até aí", releta Pérez.

O avião levava jogadores, equipe técnica e funcionários da equipe de Chapecó, além de jornalistas que iriam cobrir o jogo da equipe pela final da Copa Sul-Americana na quarta-feira, em Medellín.

Leia também: Companhia aérea de avião que caiu tem raiz em negócios obscuros

Sobrevivente do voo da Chapecoense explica como se salvou

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X