Editora de jornal turco é presa após criticar governo

Profissional já foi liberada, mas terá de se apresentar às autoridades regularmente

© Reuters
Mundo censura 21:44 - 16/07/17 POR Folhapress

Autoridades turcas detiveram no sábado (15) Yeliz Koray, editora do jornal "Kocaeli Koz", da província de Izmit (noroeste do país), por uma coluna na qual criticava o governo por exagerar a importância da tentativa de golpe ocorrida em julho de 2016.

PUB

A jornalista declarou neste domingo, em uma rede social, que foi solta sob a condição de se apresentar às autoridades regularmente.

+ Venezuela: cerca de um milhão de expatriados participam de plebiscito

Na coluna, a editora afirmou que o ocorrido não tinha o mesmo significado histórico que a 1ª Guerra e outros conflitos vividos no país.

Para Koray, o governo não explicou os eventos que levaram à tentativa de golpe, quando soldados tentaram derrubar o presidente Recep Tayyip Erdogan, há um ano. Na ocasião, 240 pessoas morreram, inclusive civis desarmados.

Após a rebelião, cerca de 130 veículos de comunicação foram fechados e jornalistas foram presos. A medida alarmou aliados e grupos de defesa dos direitos humanos, que veem uma tentativa de Erdogan de usar o motim para reprimir opositores. Com informações da Folhapress.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X