Meteorologia

  • 24 JUNHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Irlanda vai às urnas votar em mudanças na lei de aborto

Votação pode permitir que mulheres abortem em mais situações

Irlanda vai às urnas votar em mudanças na lei de aborto
Notícias ao Minuto Brasil

08:47 - 25/05/18 por Ansa

Mundo referendo

Os irlandeses estão votando nesta sexta-feira (25) em um referendo sobre aborto. Se aprovado, haverá mudanças no artigo 8 da Constituição, flexibilizando a prática no país, que possui uma das legislações mais rigorosas da Europa sobre o assunto.

Segundo as pesquisas, calcula-se que a maioria do eleitorado, formado por 3 milhões de pessoas, vote a favor da reforma da lei do aborto. Mas as últimas sondagens apontaram que o apoio caiu nos últimos dias.

Leia também: Homens encapuzados detonam bomba em restaurante no Canadá

A principal proposta da consulta é retirar a proibição quase que completa do aborto e substitui-la por um projeto que libere o ato em qualquer tipo de situação, desde que a mulher tenha até 12 semanas de gestação e, nos casos de gestações perigosas, seis meses.

Atualmente, na Irlanda, que é um dos países mais católicos do mundo, a interrupção da gravidez só é possível em casos excepcionais, quando a vida da mulher corre perigo, por exemplo.

Porém, a legislação não permite realizar o aborto em casos de incesto, estupro ou alguma malformação do feto.

A rigorosa lei irlandesa sobre o tema foi aprovada em 1983 e, na época, as mulheres detidas por terem cometido aborto poderiam pegar 14 anos de prisão. No entanto, em 2013, o país resolveu flexibilizar a lei após a morte de uma irlandesa que corria riscos de vida por conta da gravidez e não pode abortar.

Muitas mulheres que desejam abortar na Irlanda precisam viajar para outros países, como o Reino Unido, onde o ato é permitido. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório